PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde

Astra pode ter desistido de plano para testar reforço nos EUA

Empresa ainda precisa obter autorização para vender o imunizante nos EUA em meio a dúvidas sobre resultados e efeitos colaterais

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A AstraZeneca pode ter abandonado os planos de testar sua vacina contra a Covid-19 como reforço nos Estados Unidos, de acordo com carta enviada aos participantes do ensaio clínico, que recomendava aos voluntários buscarem uma terceira dose em outro centro.

Após conversas com o governo dos Estados Unidos, ficou claro que a farmacêutica do Reino Unido dificilmente daria continuidade aos planos para avaliar uma terceira dose de sua vacina, disse o Montefiore Medical Center, de Nova York, a participantes do ensaio na terça-feira.

PUBLICIDADE

“Sabíamos isso há não muito tempo, e esperávamos que houvesse um anúncio formal da AstraZeneca”, dizia a carta. “Na ausência de um anúncio formal, estamos enviando essas informações para o interesse de sua saúde.”

A Astra, uma das primeiras a desenvolver uma vacina contra a Covid, ainda precisa obter autorização para vender o imunizante nos EUA em meio a dúvidas sobre os resultados de seus ensaios clínicos e efeitos colaterais. Como resultado, o produto ficou em segundo plano em relação às vacinas rivais de RNA mensageiro fabricadas pela Moderna e pela parceria Pfizer-BioNTech.

Barry Zingman, médico que supervisionou o ensaio no Montefiore, aconselhou os participantes do ensaio da vacina da Astra que não receberam uma terceira dose a buscarem o reforço fora do estudo, tendo mencionado os imunizantes da Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson. Os voluntários que tomarem uma dessas vacinas ainda podem permanecer no estudo, disse.

PUBLICIDADE

O desempenho como reforço da vacina da Astra, desenvolvida com a Universidade de Oxford, ficará mais claro nos próximos dias, quando o Reino Unido divulgar um estudo comparando o desempenho de sete imunizantes diferentes contra a Covid administrados como terceira dose.

Um porta-voz da Astra não quis comentar. Não está claro se haverá uma dose de reforço da Astra, disse o Montefiore. Por isso, o hospital, incentivou os voluntários a receberem outra vacina de reforço à luz das recomendações de imunização de autoridades de saúde.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE