promo
Mercados

Ibovespa sobe embalado por commodities

Dólar também avança, com clima negativo que domina o exterior por cautela com os novos casos de Covid na Europa

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O Ibovespa opera em alta na tarde desta quarta-feira (24), impulsionado pelos ganhos em papéis atrelados a commodities. O dólar também avança, refletindo o clima negativo no exterior, com o fortalecimento da moeda americana. Enquanto nos Estados Unidos o mercado se prepara para o feriado, por aqui, o andamento da PEC dos Precatórios segue no radar dos investidores.

  • A bolsa opera na casa dos 104.000 pontos enquanto o dólar beira os R$ 5,60. Ações como as da Usiminas (USIM5), Vale (VALE3) e CSN (CSN3A) se destacam positivamente em mais uma sessão impulsionada pela alta do ferro.

Os contratos de minério de ferro ampliaram os ganhos na quarta-feira com o crescente otimismo em relação à demanda do setor imobiliário na China, apesar de restrições impostas para reduzir a poluição na maior cidade siderúrgica do país. A principal autoridade econômica da China pediu medidas para estabilizar os preços dos imóveis, pois a desaceleração do mercado imobiliário continua afetando a economia.

Os EUA divulgaram hoje um número de 199 mil novos pedidos de seguro-desemprego na última semana, abaixo dos 270 mil registrados na semana anterior, segundo dados do Departamento do Trabalho. O dado levou os principais índices acionários de Nova York para o vermelho.

Por aqui, as discussões sobre a aprovação da PEC dos Precatórios seguem no Congresso. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado lê a nova proposta hoje, mas a votação ainda não deve acontecer.

Mercado agora

  • Câmbio: Perto das 14h15, o dólar operava em alta de 0,33% a R$ 5,58;
  • Bolsa: O Ibovespa subia 0,81%, a 104.477 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais estavam Locaweb (LWSA3), Banco Inter (BIDI11) e Usiminas (USIM5). Nas maiores perdas: Iguatemi (IGTI11), Copel (CPLE6) e Telefônica Brasil (VIVT3)
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 recuava de 11,95% para 11,78% enquanto o de 2027 ia de 11,78% para 11,61%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones caía 0,32%, o S&P 500, 0,10%, e o Nasdaq, 0,50%;

-- Com informações de Bloomberg News

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.