promo
Mercados

Ibovespa cai com mercado digerindo dados de serviços

Entre maiores perdas estavam Natura, Magalu e Méliuz

Tempo de leitura: <1 minuto

São Paulo — O Ibovespa operava em queda na tarde desta sexta-feira (12), com os investidores avaliando os dados fracos do setor de serviços, que foram divulgados mais cedo. O indicador também afetou o dólar, que sobe, e as taxas curtas dos juros futuros.

O setor de serviços brasileiro registrou uma queda de 0,6% em setembro, na comparação com o mês anterior. Conforme divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na manhã de hoje (12), quatro das cinco atividades acompanhadas recuaram no mês, com destaque para o setor de transportes.

Na comparação com o mês de setembro de 2020, o volume de serviços avançou 11,4%, sua sétima taxa positiva consecutiva. No ano, o acumulado é de um crescimento de 11,4%, e de 6,8% no período de 12 meses, a maior taxa da série histórica iniciada em dezembro de 2012.

Mercado agora

  • Câmbio: Perto das 14h00, o dólar operava em alta de 0,65% a R$ 5,43
  • Bolsa: O Ibovespa caía 0,95%, a 106.568 pontos
    • Entre as maiores altas percentuais estavam Americanas SA (AMER3), Lojas Americanas (LAME4) e Suzano (SUZB3). Nas maiores perdas estavam Natura & Co (NTCO3), Magazine Luiza (MGLU3) e Méliuz (CASH3)
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2023 caía de 11,955% para 11,93% enquanto o de 2027 avançava de 11,64% para 11,69%
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones subia 0,49%, o S&P 500 0,70%, e o Nasdaq 0,89%

-- Com informações de Bloomberg News

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.