promo
Mercados

Pitch da Robinhood bate de frente com apetite de cliente por memes

Fazer transição para abordagem dentro do establishment pode não ser tão fácil quando seus usuários só pensam em falar sobre a última moda no mundo dos investimentos

Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg — O CEO da Robinhood Markets, Vlad Tenev, foi claro em sua mensagem: corretagem é uma questão de “segurança em primeiro lugar”.

Na tentativa de persuadir Wall Street de que a startup está encontrando seu caminho para a estabilidade de longo prazo, os executivos da Robinhood espantaram as preocupações de que o que vai determinar seu sucesso é o trading de memes ou as piadas em torno das criptomoedas.

O único problema para a empresa listada há poucos meses é que memes e piadas são exatamente o que seus clientes querem. A Robinhood, que desempenhou um papel central no frenesi entre os investidores de varejo em janeiro, está descobrindo que fazer uma transição radical para uma abordagem mais dentro do establishment pode não ser tão fácil quando seus usuários só pensam em falar sobre a última moda no mundo dos investimentos.

“Sem dúvida será um grande desafio”, disse Hugh Tallents, sócio sênior da empresa de consultoria CG42. “No momento, o sonho dos investidores menores de crescer e incluir mais ativos na pasta não está se concretizando.”

Tenev, de 34 anos, falou com analistas depois que a Robinhood relatou um prejuízo de US$ 1,32 bilhão no terceiro trimestre, principalmente vinculado a compensação baseada em ações, e receitas que não atingiram as estimativas de Wall Street. Isso provocou uma onda de vendas, puxando as ações para baixo de seu preço de IPO em julho e levando os analistas a perguntarem onde a empresa vai buscar crescimento.

A empresa tem grandes esperanças de novos produtos, incluindo carteiras de criptomoedas, que podem ajudar a melhorar suas perspectivas. Essas carteiras permitem que os usuários enviem e recebam moedas digitais e mantenham tokens não fungíveis. Mais de 1 milhão de clientes estão esperando para se inscrever, disse a Robinhood.

Mas a pergunta que fica em aberto é: seus usuários caçadores de tendências permanecerão nas carteiras? Nos três meses até setembro, a receita média da Robinhood por usuário caiu 36% em relação ao ano anterior. A receita em criptomoeda caiu 78% em relação ao trimestre anterior, coincidindo com o declínio do interesse na Dogecoin, uma criptomoeda meme, que atingiu um recorde em maio.

O único criptoativo novo que a Robinhood oferece, o Dogecoin, foi responsável por mais de 62% da receita de transações em criptomoedas da empresa no segundo trimestre. Mas a abordagem de Tenev de colocar a segurança em primeiro lugar fez com que ele evitasse adicionar outras moedas do tipo, e ficar apenas com os sete tokens digitais que a empresa acredita que não entrarão em conflito com os reguladores.

“Vamos ter muito cuidado”, disse ele a analistas na terça-feira (26). “Somos uma entidade regulamentada e esperamos obter alguma clareza em breve sobre as moedas. Então, até lá, vamos continuar a trabalhar com nossos reguladores para chegar a um ponto em que as normas permitam a inovação e sejam aplicadas de maneira uniforme em toda a indústria. "

Ainda assim, enquanto Tenev falava na CNBC na semana passada, os clientes movimentaram um chat na web com pedidos de moedas Shiba Inu, a última moda em cripto. Antes do relatório de lucros da Robinhood, a pergunta mais lida e comentada de um investidor de varejo era sobre quando haveria novas ofertas de criptomoeda, incluindo o token vinculado ao cão de caça japonês. Até agora, os executivos estão resistindo às demandas.

“Temos uma estrutura bastante rigorosa que usamos internamente para avaliar cada moeda”, disse o diretor financeiro, Jason Warnick, em uma entrevista à Bloomberg Television na terça-feira (26). “Analisamos atentamente as moedas que possuímos e sentimos que estamos em terreno absolutamente sólido.”

Com a colaboração de Emily Chang.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Ether atinge patamar recorde com atualização do blockchain Ethereum

Matt Damon promove plataforma de cripto para atrair novos usuários