PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Franqueado da Domino’s da China considera IPO em Hong Kong

Uma possível listagem da Dash Brands poderia levantar cerca de US$ 100 milhões. A empresa também está considerando levantar fundos em uma rodada privada pré-IPO este ano

Crescente classe média da China e seu apetite cada vez maior por outas culinárias têm atraído operadoras de fast food ao país
Por Crystal Tse, Julia Fioretti e Vinicy Chan
28 de Outubro, 2021 | 03:08 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O franqueado master da Domino’s Pizza na China está avaliando uma oferta pública inicial em Hong Kong já para o próximo ano, segundo fontes familiarizadas com o assunto.

Uma possível listagem da Dash Brands poderia levantar cerca de US$ 100 milhões, informou uma fonte que prefere não ser identificada porque a informação é privada. A empresa também está considerando levantar fundos em uma rodada privada pré-IPO este ano, disse outra fonte.

PUBLICIDADE

A Domino’s tem mais de 400 lojas na China, de acordo com seu site.

As deliberações estão em um estágio inicial e detalhes quanto ao momento e ao valor da arrecadação de fundos podem mudar, informaram as fontes. Os representantes do Dash não responderam aos pedidos de comentário.

A crescente classe média da China e seu apetite cada vez maior por outas culinárias têm atraído operadoras de fast food ao país. A Dash Brands concorre com a Yum China Holdings, que administra as operações da Pizza Hut e do KFC na China, bem como com a TAB Food Investments, que administra os estabelecimentos do Burger King no país.

PUBLICIDADE

A TFI está planejando listar suas empresas chinesas e turcas em Istambul ainda este ano, informou a Bloomberg News no mês passado.

A Domino’s Pizza, com sede em Ann Arbor, Michigan, investiu US$ 40 milhões na Dash Brands no ano passado, de acordo com um comunicado, e o acordo exigia que a empresa levantasse uma quantia igual no primeiro trimestre de 2021 se algumas metas de desempenho fossem cumpridas.

-- Com a colaboração de Daniela Wei

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Desempenho da Heineken na Ásia mostra que pandemia não acabou

Brasileiro bebe mais cerveja e lucro da Ambev cresce acima do esperado