A autora oferece conselhos e dicas para quem está começando
Tempo de leitura: 7 minutos

Bloomberg Opinion — O mercado de trabalho mudou bastante desde que me formei em 2011. Mesmo antes da pandemia, o mundo dos negócios estava agitado com a ascensão da “gig economy”. Agora, atividades secundárias e o trabalho remoto tornaram-se a norma. Mas o que não mudou é o estresse e a ansiedade que surgem com a entrada no mercado de trabalho.

Os formandos da Geração Z podem não estar procurando conselhos de alguém de 30 e poucos anos que usa calça jeans skinny. Mas já passei por altos e baixos do mercado de trabalho, mudei de emprego várias vezes e, por fim, comecei a construir por conta própria uma carreira de sucesso.

PUBLICIDADE

Aqui estão as perguntas para as quais eu gostaria de ter tido respostas quando eu comecei.

Devo procurar emprego ou criar o meu próprio negócio?

PUBLICIDADE

Uma das primeiras coisas a se considerar ao traçar estratégias para sua carreira é seguir a rota tradicional de arrumar um emprego ou tentar ser seu próprio chefe. Uma pesquisa de 2020, feita pelo Girls With Impact, descobriu que 53% da Geração Z tem a expectativa de ter seu próprio negócio. No entanto, existem muitas vantagens no emprego tradicional no início da carreira.

Trabalhar em tempo integral para um empregador nos Estados Unidos geralmente inclui plano de saúde, plano de previdência com contrapartida do empregador e às vezes até seguro de vida e invalidez. Um salário também pode ajudar a amenizar o peso dos pagamentos do empréstimo estudantil e a permitir que seus pais tenham um sono mais tranquilo. No que diz respeito à carreira, trabalhar em uma empresa pode ensinar habilidades gerenciais, como se comunicar de forma eficaz com colegas de trabalho e clientes e como identificar e melhorar seus próprios pontos fracos.

PUBLICIDADE

Aqueles que desde a faculdade sempre tiveram um espírito empreendedor podem estar ansiosos para se tornarem seus próprios patrões. Mas começar algo inteiramente do zero, sem pelo menos algum fluxo de caixa, muitas vezes requer um esforço hercúleo e pais generosos e com o bolso cheio. Ter alguma receita enquanto experimenta suas ideias de negócios é uma jogada astuta. Mas vale se certificar de que seu empregador não poderá reivindicar a propriedade intelectual da sua ideia, caso você monte um negócio paralelo. Deixe qualquer trabalho externo fora dos computadores da empresa.

Quais áreas devo observar?

PUBLICIDADE

Setores da ciência, tecnologia, engenharia e matemática (conhecidos como STEM, na sigla em inglês), bem como a área da saúde, costumam oferecer salários e benefícios competitivos. Os diplomas universitários com maior retorno sobre o investimento incluem enfermagem, telecomunicações e engenharia, de acordo com um estudo da ThirdWay. Enquanto isso, o site de guia de carreira Indeed.com considera pilotos, engenheiros, gerentes de marketing e gerentes financeiros como fortes candidatos ao melhor retorno sobre o investimento de um diploma de bacharelado. Os empregos nas áreas de STEM e de saúde também dominam os cargos de crescimento mais rápido do Bureau of Labor Statistics, que também inclui analistas de segurança da informação, cientistas de dados e profissionais da saúde que atuam em residências e com cuidados pessoais.

Mas isso não deve desencorajar quem fez outras graduações que não sejam as STEM ou a área da saúde.

No início de sua carreira, esteja aberto para ampliar o escopo de empregos que você considera. Pode surgir um trabalho que não necessariamente se alinhe com o seu curso ou um cargo que novê nunca pensou em ocupar - mas salário é salário, e é muito mais fácil continuar procurando um emprego novo quando você já tem um.

Você também deve analisar os tipos de empresas que estão crescendo rapidamente e contratando. As empresas de tecnologia, por exemplo, ainda precisam de pessoal de comunicação e marketing. Acabei indo parar em uma startup de fintech no meu terceiro emprego, sem nenhum conhecimento de tecnologia, mas trabalhava com criação de conteúdo, não com os códigos.

Independente da sua formação, é importante atualizar suas habilidades de entrevista, especialmente porque a turma que vai se formar em 2022 também está competindo com as turmas de formandos de 2021 e 2020.

Como decido se a oferta de trabalho é boa?

Ao avaliar as qualidade de uma vaga, as suas opiniões podem diferir bastante das de seus pais. Profissionais mais jovens são mais propensos a pular de um emprego para outro com certa frequência, o que significa que um plano de previdência pode ser uma prioridade menor. (Estudos da administradora de folha de pagamento ADP mostraram que mudar de emprego é uma maneira muito melhor de aumentar o salário do que tentar negociar sua ascensão dentro de uma única empresa ao longo da carreira).

Ainda assim, é importante considerar os benefícios além do salário. Qual é a contrapartida do empregador em um plano de previdência, como o 401(k) nos EUA, e quando ele é contratado? Em outras palavras, quando você pode deixar o emprego e receber a parcela de dinheiro que seu empregador depositou? Você tem a possibilidade de comprar ações da empresa ou receber ações da empresa como forma de remuneração? O plano de saúde é bom? Inclui plano dental e oftálmológico? Existe cobertura de seguro de invalidez e/ou seguro de vida? Quantos dias de férias pagas você recebe (e com que facilidade você pode realmente tirá-los)?

A maioria das empresas permite que você trabalhe remotamente agora, mas continuará assim? Que tal trabalhar remotamente em outros estados ou no exterior? Você pode não estar pensando em ter filhos ainda, mas o que a política de licença parental cobre? Todos esses benefícios podem dizer muito sobre a cultura corporativa geral.

Aqueles que estão de olho na vida de empreendedor ou freelancer devem estar cientes das vantagens e desvantagens. Sim, é lindo ter autonomia e ditar sua própria agenda. Por outro lado, ter que pagar impostos sobre o trabalho autônomo em cima do imposto de renda regular, ou descobrir como guardar dinheiro para a aposentadoria e pagar seu próprio plano de saúde nem tanto.

Devo priorizar um trabalho em que posso ficar por mais tempo?

Seus pais podem estar te aconselhando a pensar sobre a longevidade de um emprego ou carreira. Mas a lealdade a uma empresa é uma relíquia do passado. E, infelizmente, a história não é um indicador de como os mercados de trabalho vão mudar daqui pra frente. Indústrias inteiras ficaram paradas por meses devido à pandemia.

Em vez de pensar no potencial de longo prazo de um único emprego, considere o nível de estabilidade de que você precisa e como desenvolver habilidades que serão amplamente aplicáveis. No meu primeiro ano depois de formada, eu fui animadora de platéia no “The Late Show with David Letterman”, trabalhei como barista e babá. Nenhum desses trabalhos foi a plataforma de lançamento para a minha carreira, mas todos os três me ensinaram lições que ainda me são muito úteis.

Posso negociar uma oferta de primeiro emprego?

A resposta é sim, especialmente se você tiver várias ofertas. Não existe uma regra prática sobre o quanto pedir, mas é razoável acreditar que seu empregador reservou pelo menos alguns milhares de dólares para oferecer. Então, talvez peça entre 3% a 5% acima do que é oferecido inicialmente.

Como fazer isso? Agradeça a eles pela oferta e diga: “Eu gostaria de um salário de US$ X”. E aí espere em silêncio. O silêncio é uma tática de negociação poderosa. Se o empregador disser que não é factível e se mantiver firme com a oferta original, mas você ainda quiser o emprego, você pode agradecê-lo por considerar seu pedido e dizer que gostaria de aceitar.

Como posso aproveitar ao máximo meu primeiro emprego?

Os primeiros meses em quase qualquer função podem ser emocionantes. Aproveite esta energia para aprender o máximo que puder sobre o seu cargo e de outras pessoas, seu gerente, a empresa, e o funcionamento interno da política do escritório. Concentre-se em fazer perguntas e fazer contatos que possam se tornar mentores ou patrocinadores - ou seja, alguém que pode te apoiar em promoções e aumentos.

Quando a empolgação inicial diminuir, considere a carreira que você espera ter, mas mantenha-se aberto a oportunidades inesperadas. Talvez você mude de empresa ou entre de cabeça no trabalho autônomo no futuro. Talvez você se concentre em subir na hierarquia de sua empresa ou em estabelecer limites saudáveis e ser capaz de recuar quando julgar apropriado.

Nenhuma dessas opções está errada e todas elas podem acontecer ao longo de sua carreira. Sua trajetória não precisa ser linear.

Erin Lowry é a autora de “Broke Millennial,” “Broke Millennial Takes On Investing” e “Broke Millennial Talks Money: Stories, Scripts and Advice to Navigate Awkward Financial Conversations.”

Os editoriais são escritos pela diretoria editorial da Bloomberg Opinion

Esta coluna não reflete necessariamente a opinião do conselho editorial ou da Bloomberg LP e de seus proprietários.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Startup de educação como benefício, Vinco levanta US$ 2, 4 milhões

Você tem US$ 400 mi? Então pode comprar uma gravadora de hip-hop