PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cripto

Plataforma cripto concentra apostas sobre retorno de Trump, JLo e fim da covid

Liderada por Shayne Coplan, de 23 anos, a Polymarket negocia com investidores nova rodada de financiamento que pode chegar a quase US$ 1 bilhão

Plataforma cripto permite apostas
Por Ben Bain, Sridhar Natarajan e Liam Vaughan
23 de Outubro, 2021 | 04:26 pm
Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberg — É o lugar certo para fazer apostas sobre se Donald Trump retomará a Casa Branca e se Jennifer Lopez e Ben Affleck ficarão noivos. Mas também está sob escrutínio de um importante regulador de Wall Street.

A empresa é a Polymarket - uma plataforma sediada em Nova York que cresceu em popularidade durante a pandemia como uma forma de os apostadores preverem os resultados de eventos do mundo real, incluindo eleições, jogos de bola e a vida privada de celebridades.

PUBLICIDADE

O problema? Pode estar violando as regras do setor financeiro dos EUA. A Commodity Futures Trading Commission está investigando se a Polymarket está permitindo que os clientes negociem indevidamente swaps ou opções binárias e se isso deve ser registrado na agência, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

“A Polymarket está firmemente comprometida com o cumprimento das leis e regulamentos aplicáveis e com o fornecimento de informações aos reguladores que irão auxiliá-los em qualquer investigação”, disse um porta-voz da empresa. A CFTC não quis comentar.

Liderada pelo fundador Shayne Coplan, de 23 anos, a Polymarket está em alta, vendendo cerca de 4 bilhões de ações desde o lançamento no ano passado. A empresa está negociando com investidores uma nova rodada de financiamento que pode chegar a quase US$ 1 bilhão, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto que pediram anonimato porque as discussões são privadas.

PUBLICIDADE

Na tarde de sexta-feira, a Polymarket apresentou dezenas de apostas possíveis, variando de se o Departamento do Tesouro cunhará uma moeda de US$ 1 trilhão até 5 de novembro, se a cantora Nicki Minaj receberá a vacina contra Covid-19 até 29 de novembro até se a SpaceX de Elon Musk alcançará o espaço sideral até o fim do ano. Os clientes preferem não ter moedas do Tesouro, que Minaj permaneça não vacinada e que a SpaceX fique sem dinheiro para o feito.

Proposta NFL

Embora a CFTC seja mais conhecida por policiar as mesas de derivativos dos bancos e os negociantes de petróleo, há muito tempo ela debate se vai regular os contratos de eventos como os oferecidos pela Polymarket. Em meio a perguntas difíceis da CFTC, a bolsa de criptomoedas ErisX retirou uma proposta em março de oferecer contratos futuros baseados em jogos da National Football League, produtos que os cassinos poderiam ter usado para proteger suas apostas esportivas.

Crucial para a Polymarket é outra classe de ativos do momento: criptoativos. Em vez de dólares americanos, os clientes que desejam fazer negócios têm que uma stablecoin apoiada pela Coinbase Global Inc.

As stablecoins, cujos valores são atrelados a moedas fiduciárias, receberam muita atenção de Washington nos últimos meses. Agências governamentais, incluindo a CFTC, estão preocupadas que os tokens amplamente não regulamentados tenham crescido tanto que poderiam colocar os consumidores em risco ou ameaçar a estabilidade financeira se o Bitcoin e outras criptomoedas quebrassem.

PUBLICIDADE

O valor de mercado da moeda em dólares agora é de US$ 32,4 bilhões, ante US$ 3,9 bilhões no final de 2020, de acordo com CoinMarketCap.com. Uma moeda emitida pela Tether cresceu para quase US$ 70 bilhões de US$ 21 bilhões no mesmo período, tornando-se a maior stablecoin dos EUA.

As investigações da CFTC nem sempre levam a casos de aplicação da lei e a Polymarket não foi acusada de transgressão. Se as empresas forem sancionadas pelo regulador, podem enfrentar multas e restrições na oferta de produtos.

PUBLICIDADE

Valor elevado

Para lidar com a investigação, a Polymarket contratou James McDonald, sócio do escritório de advocacia Sullivan & Cromwell que chefiava a divisão de fiscalização da CFTC até o ano passado, disse uma pessoa com conhecimento da contratação. McDonald não respondeu a um pedido de comentário.

A Polymarket disse que não está apenas oferecendo aos apostadores um destino para ganhar ou perder dinheiro. Em uma era de desinformação e notícias falsas, a empresa argumenta que está fornecendo dados úteis sobre o que provavelmente acontecerá em um futuro não muito distante sobre geopolítica e outros tópicos importantes.

PUBLICIDADE

“Por meio da descoberta de preços, você obtém esta previsão provavelmente precisa sobre o futuro de um determinado evento”, disse Coplan no ano passado no podcast “Star Spangled Gamblers”. “Isso é algo que pode ter um enorme valor social.”

A Polymarket não guarda a custódia de dinheiro ou tokens digitais e apenas exibe os mercados existentes ao vivo no blockchain Ethereum, de acordo com seu site. A empresa também não assume o outro lado das negociações com os clientes. Em um sinal de grande interesse, um site separado chamado “Polymarket Whales” apareceu, apresentando os maiores apostadores em contratos monitorados de perto.

PUBLICIDADE

-- Com a ajuda de Matt Robinson.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Bancos enfrentarão Basileia para atuar no mercado de carbono

PUBLICIDADE

Boris Johnson espera cúpula climática ‘extremamente difícil’

Ferramenta Net-Zero apoiada pela BlackRock vai cobrir 10 mil ações