Negócios

Negócios da L’Oreal sobem para níveis pré-pandêmicos

A empresa se recuperou da pandemia rapidamente graças à oferta diversificada de produtos

Consumidores agora podem fazer festas de casamento e aniversários e comer fora
Por Angelina Rascouet
23 de Outubro, 2021 | 11:31 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O principal negócio de cosméticos da L’Oreal ultrapassou os níveis de vendas de antes da pandemia e a inflação que preocupou os mercados não parece estar afetando a fabricante da linha Maybelline, agora que os consumidores voltaram a usar maquiagem e perfume. A empresa reportou um crescimento de vendas ajustado de 13% no terceiro trimestre, superando as expectativas dos analistas.

A L’Oreal se recuperou da pandemia rapidamente graças à oferta diversificada de produtos. Quando os consumidores foram forçados ao isolamento, a queda na demanda por maquiagem foi parcialmente compensada pelo aumento do interesse por cremes da La Roche-Posay e CeraVe, recomendados por dermatologistas em redes sociais. A forte demanda nos Estados Unidos fez da América do Norte o mercado de mais rápido crescimento, enquanto as vendas na China foram 43% maiores do que no mesmo período em 2019.

“As grandes empresas não parecem se incomodar com mais alguns períodos de lockdown ou problemas na cadeia de suprimentos”, disse Bruno Monteyne, analista da Sanford C. Bernstein. “A boa notícia é que o crescimento tem uma base ampla tanto em termos regionais, quanto entre as diferentes divisões da empresa.”

A campanha global de vacinação significa que as restrições ao vírus diminuíram, e os consumidores agora podem fazer festas de casamento e aniversários e comer fora. O uso da máscara ao ar livre na França, por exemplo, não é mais obrigatório, o que está impulsionando as vendas de batons e bases.

PUBLICIDADE

O CEO Nicolas Hieronimus disse que os pilares do mercado chinês são “extremamente positivos”.

Sua unidade de dermocosméticos, que inclui marcas como CeraVe e SkinCeuticals, foi a que apresentou melhor desempenho, com crescimento de 28% no período. A unidade de produtos ao consumidor, que inclui marcas como Maybelline, que vendem batons e rímel e também produtos para os cabelos, superou seu desempenho no mesmo período de 2019.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Burberry nomeia Akeroyd, da Versace, como novo CEO

Os faria limers estão voltando aos escritórios com o aluguel mais caro

PUBLICIDADE