Mercados

Futuros asiáticos apontam para cima, enquanto títulos recuam

Contratos dos EUA sobem com o avanço das ações na sexta (15), com o S&P 500 marcando sua melhor semana desde julho, já que os balanços corporativos melhoraram o humor

PIB da China, previsto para amanhã (18), juntamente com dados industriais e de investimento mensais, serão observados de perto para avaliar a gravidade da escassez de eletricidade
Por Andreea Papuc
17 de Outubro, 2021 | 07:38 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — As ações da Ásia indicam início de semana em alta, já que os investidores avaliam os balanços corporativos ante as preocupações com a inflação e a recuperação econômica.

Os futuros avançam no Japão, Austrália e Hong Kong. Os contratos dos Estados Unidos sobem com o avanço das ações na sexta-feira (15), com o S&P 500 marcando sua melhor semana desde julho, já que os balanços corporativos melhoraram o humor.

Os rendimentos dos títulos na Nova Zelândia e o dólar kiwi sobem depois que a inflação da Nova Zelândia acelerou para o ritmo mais rápido em 10 anos. Os rendimentos do título de três anos da Austrália subiram mais de 10 pontos base. Os rendimentos do Tesouro subiram na sexta-feira. O dólar estava misto em relação aos seus principais pares.

O produto interno bruto (PIB) do terceiro trimestre da China, previsto para segunda-feira, juntamente com os dados industriais e de investimento mensais, serão observados de perto para avaliar a gravidade da escassez de eletricidade. Enquanto isso, o governador do Banco Popular da China, Yi Gang, disse que as autoridades podem conter os riscos impostos à economia e ao sistema financeiro chineses pelas lutas do Grupo Evergrande da China.

PUBLICIDADE

Os preços da energia estenderam avanço com o petróleo bruto acelerando acima de US$ 83 o barril para o maior nível desde 2014. O Brent chegou a US$ 85 o barril, o maior desde 2018. O Bitcoin subiu para mais de US$ 60.000, na expectativa de que o primeiro ETF futuro de Bitcoin dos EUA faça sua estreia na segunda-feira.

“Não é apenas que o mercado esteja avaliando que o crescimento pode estar acelerando no quarto trimestre, mas também que alguns dos problemas de gargalo de fornecimento começaram a chegar ao pico”, disse Charles-Henry Monchau, diretor de investimentos do Banco SYZ, à Bloomberg Television. “É por isso que você tem esse sentimento de risco no mercado.”

Apesar do tom de risco, os investidores continuam lutando contra as preocupações com a inflação em meio à crescente escassez de energia que está levando a mais cortes de produção. Ao mesmo tempo, a recuperação econômica permanece irregular, enquanto os bancos centrais estão se aproximando de reduzir o estímulo. O sentimento do consumidor americano caiu inesperadamente no início de outubro, mas as vendas no varejo avançaram.

O governador do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, disse que o banco central “terá que agir” para conter as forças inflacionárias e alertar que os custos de energia mais elevados significam que as pressões sobre os preços permanecerão. Mohammed El-Erian, o principal consultor econômico da Allianz SE e colunista da Bloomberg, disse que os investidores devem se preparar para o aumento da volatilidade do mercado se o Federal Reserve recuar nas medidas de estímulo colocadas em ação pela pandemia.

PUBLICIDADE

Entre os balanços dos EUA, Goldman Sachs Group, Charles Schwab e Alcoa relataram resultados positivos.

Eventos para acompanhar nesta semana:

  • Balanços, incluindo AT&T, Barclays, Johnson & Johnson, Netflix e Tesla
  • China divulga vendas no varejo, produção industrial e dados do PIB, segunda-feira
  • Decisão sobre taxas do Banco da Indonésia, terça-feira
  • Dados de moradias nos EUA, terça-feira
  • Relatório de estoques de petróleo bruto da EIA, quarta-feira
  • Preços imobiliários na China, taxas básicas de empréstimos, quarta-feira
  • Índice líder do U.S. Conference Board, vendas de casas existentes nos EUA, pedidos de seguro-desemprego, quinta-feira
  • O presidente do Fed, Jerome Powell, participa de painel de discussão de políticas, sexta-feira

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE