Cripto

Primeiro ETF de futuros de Bitcoin pode ser lançado na segunda nos EUA

De acordo com prospecto atualizado pela gestora de um dos fundos nesta sexta (15), o próximo dia 18 é a data aproximada para o lançamento

Maior criptomoeda do mundo ultrapassou US$ 62.000 pela primeira vez desde abril nesta sexta-feira (15)
Por Katie Greifeld
15 de Outubro, 2021 | 07:23 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A ProShares sinalizou que pode lançar seu ETF (exchange-traded fund) de futuros de Bitcoin dos Estados Unidos já na segunda-feira, de acordo com um documento, no que seria a primeira vez para o setor.

O gestor do fundo apresentou um prospecto atualizado nesta sexta-feira à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, a SEC, para o ETF Bitcoin Strategy (ticker BITO). O pedido indicava 18 de outubro como a data aproximada para o lançamento proposto do fundo, que será negociado na NYSE Arca Exchange e cobrará uma taxa de administração de 0,95%. Um funcionário da ProShares não quis comentar. Um porta-voz da SEC não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

A Bloomberg News informou na quinta-feira que a SEC não deve impedir que os produtos comecem a ser comercializados na próxima semana, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto. Salvo uma reversão de última hora, o lançamento do fundo será o culminar de uma campanha de quase uma década da indústria de ETFs de US$ 6,7 trilhões. Cameron e Tyler Winklevoss, os gêmeos mais conhecidos por sua participação na história do Facebook, entraram com o primeiro pedido de ETF Bitcoin em 2013.

Um ETF está fora do alcance dos emissores norte-americanos há quase uma década, com os reguladores citando preocupações sobre tudo, desde a manipulação de preços até a validação da propriedade das moedas detidas pelos fundos. O clima mudou em agosto, quando o chefe da SEC, Gary Gensler, sinalizou que favoreceria fundos baseados em contratos futuros de Bitcoin negociados na CME sob uma lei específica - uma posição que ele reiterou no mês passado.

PUBLICIDADE

Essa abertura gerou uma enxurrada de registros lastreados em futuros. Wall Street pode ver quatro ETFs de Bitcoin lastreados em futuros começarem a ser negociados nas bolsas dos EUA este mês, com os prazos para aplicações da Invesco, VanEck e Valkyrie também se aproximando.

Bitcoin está se aproximando de seu recorde nas especulações de aprovação do ETFdfd

O Bitcoin subiu nas últimas semanas, alimentado pela especulação de que um lançamento nos EUA poderia ser iminente. A maior criptomoeda do mundo ultrapassou US$ 62.000 pela primeira vez desde abril nesta sexta-feira (15), logo abaixo de seu recorde histórico de US$ 64.869 estabelecido no início deste ano. O Bitcoin mais do que dobrou em relação à mínima do final de julho.

PUBLICIDADE