promo
Mercados

Futuros no exterior em queda, criptoativos disparando: Principal do dia

Breakfast: Cautela no exterior com contas americanas e repercussão do vazamento de dados do Pix são os destaques do dia

Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg Línea — Os mercados internacionais sinalizam uma sexta-feira (1) de quedas, com investidores calibrando posições no primeiro dia de outubro. O adiamento do pacote trilionário do presidente Joe Biden pela Congresso americano, além da dificuldade do governo em aprovar medidas que garantam a sustentabilidade das contas públicas até o final do ano, adiciona alguma cautela. Há temor de inflação.

Veja mais: Inflação volta a dominar agenda; mercados começam outubro no negativo

Por aqui, o dia será de repercussão do vazamento de dados do Pix pelo Banco de Sergipe, no primeiro relato de falha nesse sentido do sistema de pagamentos do Banco Central. O presidente Jair Bolsonaro segue em viagem pelo país, em clima de pré-campanha eleitoral.

  • Futuros americanos operam em queda, com Dow Jones (-0,67%), S&P 500 (-0,59%) e Nasdaq (-0,5%)
  • Futuros do Ibovespa em alta de 0,43% às 9h03
  • A bolsa de Tóquio/Nikkei 225 fechou em queda de -2,31%, enquanto Hong Kong/Hang Seng e Xangai ficaram fechadas
  • Por aqui, na segunda, o Ibovespa fechou em queda de 0,11%, aos 110.979,10 pontos. O dólar fechou em alta de 0,29%, a R$ 5,45.

Outubro começa com criptomoedas em forte alta:

Direto de Brasília (e outros lugares)

Na sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a criação de um fundo para amortizar os aumentos de combustível formado com dividendos a que o governo federal tem direito na Petrobras. Maior acionista da Petrobras, a União deve receber até o final do ano R$ 15,4 bilhões dos R$ 31 bilhões da estatal.

Além de tirar recursos do caixa da UnIão, a proposta é difícil de ser viabilizada porque o preço internacional dos derivados de petróleo vem de seguidas altas. Com a aproximação do inverno no Hemisfério Norte, os futuros do óleo diesel nos Estados Unidos estão no patamar mais alto desde 2018.

O Centrão conseguiu derrubar o presidente do BNB (Banco do Nordeste do Brasil), Romildo Rolim, exonerado do cargo pelo Conselho de Administração da estatal. Políticos de olho no banco por conta do forte potencial eleitoral de empréstimos de até R$ 5 mil. Aqui contamos os bastidores.

Fabiano Contarato (Rede-ES) vem recebendo forte apoio em redes sociais por causa do discurso que fez ontem contra a homofobia. Homem gay, ele falou de sua família durante um duro discurso em que criticou o empresário Otávio Fakhoury na CPI da Pandemia.

Fakhoury, apoiador do presidente bolsonaro, usou o Twitter para fazer uma piada homofóbica referindo-se ao senador. Ontem, disse que tinha sido uma “brincadeira”.

George Joppert, Andressa Joppert e Walter Correa de Souza Neto, médicos que teriam elaborado o dossiê da Prevent Senior, foram convocados pela CPI.

O Brasil registrou 27.527 novos casos de Covid-19 e 627 mortes em 24 horas, segundo o Ministério da Saúde.

Enquanto você dormia

O Banco do Estado do Sergipe (Banese) teve um vazamento de dados de chaves do Pix, sistema de pagamentos instantâneos, informou o Banco Central na noite desta quinta (30). Segundo o BC, o vazamento dos dados decorreu de falhas pontuais no sistema do banco. É o primeiro relato conhecido de vazamento de dados envolvendo o sistema de pagamentos.

As manchetes dos jornais:

  • Valor: Dólar vira o jogo e se torna a aplicação mais rentável em setembro
  • Folha: Crise climática e desmatamento da Amazônia podem deixar 11 milhões de brasileiros sob calor intenso
  • Estadão: Pressão do Judiciário trava projeto que barra supersalários no funcionalismo público
  • O Globo: Bolsonaro iniciou convocações para atos antidemocráticos de 7/9, diz PGR ao Supremo
  • NYT: House Delays Vote on Infrastructure, in Big Setback for Biden Agenda
  • WSJ: Democrats Delay Vote on $1 Trillion Infrastructure Bill
  • Washington Post: Splintered Democrats delay vote over infrastructure plan backed by Biden

Agenda do dia

Indicadores Brasil: Vencimento de opções sobre Índice Brasil-50; PMI Industrial Markit (10h); Balança Comercial (15h)

Indicadores EUA: Núcleo do Índice de Preços PCE (9h30); PMI Industrial (10h45)

  • Jair Bolsonaro: Assinatura do Decreto da Cédula de Produto Rural Verde (10h30); Partida de Brasília/DF para Maringá/PR (13h30); Cerimônia de Entrega das Obras de Modernização do Aeroporto de Maringá e de Inauguração da Hidrelétrica de Bela Vista (15h30); Partida de Maringá/PR para Brasília/DF (17h)
  • Paulo Guedes (Economia): Sem compromissos agendados.
  • Roberto Campos Neto (Banco Central): Palestra sobre o Cenário Macroeconômico Brasileiro em webinar promovido pelo Morgan Stanley (11h); Videoconferência, com representantes da Truxt Investimentos (14h); Reunião com Murillo de Aragão, Cientista Político e Presidente da Arko Advice, e Juliano Custódio, CEO da EQI Investimento (16h)

--Com colaboração de Michelly Teixeira

Ana Siedschlag

Ana Carolina Siedschlag

Editora-assistente na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero e especializada em finanças e investimentos. Passou pelas redações da Forbes Brasil, Bloomberg Brasil e Investing.com.

Graciliano Rocha

Graciliano Rocha

Editor da Bloomberg Línea no Brasil. Jornalista formado pela UFMS. Foi correspondente internacional (2012-2015), cobriu Operação Lava Jato e foi um dos vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo em 2018. É autor do livro "Irmã Dulce, a Santa dos Pobres" (Planeta), que figurou nas principais listas de best-sellers em 2019.