PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

Confronto deixa cinco palestinos mortos na Cisjordânia

Primeiro-ministro israelense Naftali Bennett afirmou que militantes estavam “prontos para realizar ataques terroristas”

Escape de prisioneros palestinos
Por Gwen Ackerman e Fadwa Hodali
26 de Setembro, 2021 | 10:49 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Cinco palestinos foram mortos durante a noite em confrontos que eclodiram durante ataques israelenses em cinco cidades da Cisjordânia, disse o porta-voz do exército israelense. O Ministério da Saúde palestino confirmou as mortes.

O primeiro-ministro israelense Naftali Bennett afirmou em uma mensagem de texto a jornalistas que os militantes estavam “prontos para realizar ataques terroristas”. O grupo militante Hamas que controla a Faixa de Gaza disse que as mortes foram o resultado do compromisso da Autoridade Palestina com Israel em termos de segurança.

PUBLICIDADE

Dois soldados israelenses também foram feridos no conflito que se seguiu à recaptura por Israel de prisioneiros palestinos fugitivos ligados à Jihad Islâmica e a uma facção militante da Fatah, que domina o governo da Autoridade Palestina.

“A continuação deste tipo de agressão por Israel é explosiva e criará mais tensão e instabilidade”, disse um comunicado do gabinete do presidente palestino, Mahmoud Abbas.

Israel deu seguimento a sua quarta guerra no início deste ano com militantes do Hamas localizados em Gaza. A luta seguiu semanas de tensão em Jerusalém e na Cisjordânia, e se transformou em um combate mortal dentro de Israel entre cidadãos árabes e judeus, na mais violenta luta em décadas.

PUBLICIDADE

--Com assistência de Saud Abu Ramadan.

Leia também

Israel se prepara para garantir quarta dose da vacina contra a Covid-19

EUA e Israel irão avaliar estratégia sobre o Irã em reunião


PUBLICIDADE