PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Lamborghini dispensa tratamento especial para redução de emissões

Governo italiano negocia com União Europeia para proteger marcas famosas de carros de normas que podem encerrar vendas de veículos a gasolina

Fabricante está investindo em veículos híbridos para reduzir emissões
Por Elisabeth Behrmann e Matthew Miller
07 de Setembro, 2021 | 05:27 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A Lamborghini rejeitou os esforços da Europa para oferecer um tratamento especial aos fabricantes de supercarros visando contornar a proibição de veículos com motores de combustão.

PUBLICIDADE

A Itália, sede da Ferrari NV e da Lamborghini, está em negociações com a União Europeia para proteger fabricantes famosas de carros de regras propostas que efetivamente encerrariam as vendas de veículos a gasolina até 2035. O esforço, que tem como objetivo proteger os fabricantes que produzem apenas alguns milhares de carros por ano, será ineficaz, disse o CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann.

Veja mais: BMW ganha participação de mercado com veículos elétricos

PUBLICIDADE

“É inútil ter uma isenção”, disse ele em entrevista à Bloomberg Television enquanto estava no show automotivo de Munique. “Não se trata apenas da Europa. Temos que cumprir as regras em todo o mundo e temos que trabalhar com o que o legislador nos diz “.

A Lamborghini é propriedade da Volkswagen AG, dando-lhe um suporte poderoso para a transição para veículos elétricos que outras marcas independentes não têm. A empresa está embarcando em um impulso de eletrificação que incluirá híbridos plug-in oferecidos em sua linha, incluindo os modelos Aventador e Huracan a partir de 2023, com um veículo totalmente elétrico planejado para 2027. Isso reduzirá as emissões de dióxido de carbono pela metade em 2025, disse Winkelmann.

Veja mais: CEO da Volks alerta que falta de chips pode durar ano

Os combustíveis sintéticos podem ser uma oportunidade de médio prazo para manter os modelos híbridos na estrada após 2030, acrescentou.

Veja mais em bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Como um caso de Covid abalou a cadeia de suprimentos da Toyota

Toshiba alerta sobre falta de chip de energia por mais um ano

Bancos alertam que não estão prontos para teste climático do BCE