PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Internacional

OMS descarta possível caso de Ebola na Costa do Marfim

Paciente de 18 anos teria sido o primeiro caso no país desde 1994, mas laboratório francês negou contaminação

Novos testes do Institut Pasteur em Lyon, na França, não mostraram nenhum vestígio da febre hemorrágica mortal no paciente que viajou da vizinha Guiné
Por Bloomberg News
01 de Setembro, 2021 | 09:38 am
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — Novos testes mostraram que um paciente na Costa do Marfim que disse ter sido infectado pelo ebola nunca teve o vírus de fato, afirmou a Organização Mundial da Saúde nesta terça-feira (31).

Novos testes do Institut Pasteur em Lyon, na França, não mostraram nenhum vestígio da febre hemorrágica mortal no paciente que viajou da vizinha Guiné. Isso aconteceu depois que um teste anterior, feito por um laboratório na cidade marfinense de Abidjan, ter confirmado que o paciente de 18 anos tinha a doença, levando a OMS a declarar o primeiro caso de ebola no país desde 1994.

PUBLICIDADE

“A OMS considera que a paciente não tinha a doença do vírus ebola e uma análise mais aprofundada sobre a causa de sua doença está em andamento”, disse em um comunicado.

Leia também

PIB brasileiro cai 0,1% no 2º trimestre, puxado por resultado negativo do agro

Soja e milho seguem pressionados por interrupções no porto de Nova Orleans

PUBLICIDADE