PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil

Bolsonaro afirma que os resultados nas eleições incluem vitória ou morte

Presidente traçou três resultados para as eleições presidenciais do ano que vem - ganhar, ser preso ou morto

Presidente participa de evento evangélico
Por Leonardo Lara
28 de Agosto, 2021 | 08:42 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O presidente, Jair Bolsonaro, traçou três resultados para as eleições presidenciais do ano que vem - ele vai ganhar as urnas, ser preso ou morto.

PUBLICIDADE

Falando a um grupo de líderes evangélicos, o líder conservador disse que nunca será preso porque “nenhum homem na terra” o assusta e que ele está “fazendo a coisa certa”.

O presidente vem intensificando sua retórica e entrando em confronto com as autoridades eleitorais por causa de alegações de fraude eleitoral à medida que sua popularidade cai para os níveis mais baixos já observados.

PUBLICIDADE

“Quando o presidente de um tribunal eleitoral superior demoniza as páginas dos apoiadores do governo, ele abre uma brecha para que presidentes de tribunais eleitorais regionais façam o mesmo para defender seu respectivo governador”, disse Bolsonaro neste sábado. “Isto não é democracia.”

Ele também foi alvo de investigações autorizadas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por espalhar notícias falsas e por supostas irregularidades na aquisição de vacinas Covid-19.

“Temos um presidente que não quer nem provoca rupturas, mas tudo tem um limite na nossa vida”, disse Bolsonaro. “Não podemos continuar a viver com isso.”

Ele reafirmou em seu discurso que possui documento judicial para comprovar fraude na Justiça Eleitoral.

Bolsonaro afirmou ainda que estará presente nas manifestações marcadas para o dia 7 de setembro, data em que se celebra a independência do país. Ele disse que estará em Brasília pela manhã, e seguirá para a avenida Paulista, em São Paulo, à tarde “porque onde o povo esteve eu também estive, mesmo durante a pandemia”.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia mais

Cinco assuntos quentes para o Brasil na próxima semana

Eduardo Leite diz que terceira via só vai se viabilizar em março

Hidrelétricas podem ser desativadas por conta da seca, avisa Bolsonaro