PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

LogComex conquista aporte de R$ 53,6 mi para ampliar uso de Big Data no comércio exterior

Alexia Ventures e Igah Ventures lideraram a rodada de investimentos, que teve ainda a participação da Endeavor Scale-Up Ventures

Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A LogComex, startup curitibana especializada em soluções por meio de Big Data para o comércio exterior, recebeu um aporte de US$ 10,3 milhões (R$ 53,6 milhões), em rodada Series A liderada por Alexia Ventures e Igah Ventures, com participação da Endeavor Scale Up Ventures e dos investidores atuais da companhia.

Fundada em 2016, a empresa começou suas atividades levando transformação digital para portos e recintos alfandegados, até expandir para operadores logísticos como agentes de cargas, armadores e companhias aéreas.

PUBLICIDADE

Segundo a LogComex, o investimento será usado para aumentar a participação no mercado de importadores e exportadores e acelerar o processo de internacionalização. A startup pretende também lançar novas soluções para todos os segmentos de mercado que se conectam com o comércio exterior.

“Todas as empresas envolvidas no mercado de comércio exterior carecem de tecnologia, dados e inteligência, seja para automação de processos ou para informações mais assertivas”, diagnosticou Helmuth Hofstatter, CEO e cofundador da LogComex. “Existe uma assimetria muito grande de informações entre os diferentes players da cadeia, tornando o processo de importação e exportação muito complexo e ineficiente”, reconheceu o CEO.

Thiago Maluf, diretor da Igah Ventures, espera que o plano de expansão da LogComex avance em ritmo mais rápido. “Com o novo round, a companhia estará capitalizada para acelerar ainda mais seu plano de expansão”, explica

PUBLICIDADE

Patrick Arippol, co-fundador da Alexia Ventures, expressa confiança na atuação da LogComex no comércio exterior. “Acompanho a trajetória do Helmuth e do Carlos desde o início de 2019. O poder que os dados que a LogComex organiza aliada a ambição de internacionalização da empresa são transformadores”.

“Ter dados a sua disposição é um dos diferenciais competitivos desse século e a LogComex está muito bem posicionada para liderar essa transformação no comércio global”, disse Piquet, da Endeavor Scale Up Ventures, que também participou da rodada.

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE