Viagens

Gol retoma voos diretos para Cancún e Punta Cana em novembro

Companhia aérea fará decolagens dos aeroportos de Brasília e de Guarulhos

Praia em Cancún volta a lotar em abril deste ano com o fim das restrições impostas pela pandemia da Covid-19
04 de Agosto, 2021 | 12:55 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

São Paulo — A Gol, que não realizou voos internacionais em julho, anunciou, nesta quarta, a retomada internacional para o mês de novembro, com voos diretos para dois destinos turísticos populares. Serão quatro saídas semanais rumo a Cancún, no México, a partir do dia 12 de novembro no aeroporto internacional de Brasília, e três para Punta Cana, na República Dominicana, a partir do dia 13 de novembro no aeroporto internacional de Guarulhos (SP).

Os voos internacionais da Gol estavam suspensos desde o fim de março de 2020, em razão da pandemia da Covid-19. As rotas serão operadas pelo jato Boeing 737 MAX. Os bilhetes para Cancún e Punta Cana já começaram a ser vendidos no site, app e lojas da Gol nos aeroportos, bem como por telefone e agências de viagem, informa a companhia.

As decolagens para Cancún serão às segundas, quartas, sextas e domingos, tanto ida quanto a volta. A saída de Brasília será às 9h30, com chegada à cidade mexicana às 14h20 (horário local). Já em Cancún, a volta é à noite, às 20h40, com aterrissagem prevista para 7h30 na capital federal.

Já os voos para Punta Cana serão às segundas, quartas e sábados, no período da tarde. A partida é às 14h, e a chegada às 20h05 (horário local). A volta para o Brasil será também às segundas, quartas e sábados, às 22h40, com pouso em Guarulhos às 6h50.

PUBLICIDADE

Reajuste de passagem

Nota da corretora Ágora, do Bradesco, enviada hoje aos clientes, considera positivos os dados de julho da Gol sobre demanda e oferta, divulgados nesta quarta. Houve um aumento de 168% no número de passageiros transportados.

“Os dados de julho mostram que a Gol continua em tendência de alta de recuperação, embora a expansão acelerada da capacidade da LATAM Airlines no Brasil possa dificultar a Gol de aumentar os preços das passagens aéreas”, avaliaram os analistas Victor Mizusaki e José Cataldo.

Na semana passada, a Gol divulgou um prejuízo de R$ 1,2 bilhão no segundo trimestre e refez suas previsões para a próxima temporada de verão: antes esperava operar 110 aeronaves no fim do segundo semestre. Agora, projeta um número menor de aviões no ar (102).

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE