Negócios

Vale investe para contratar ex-executivos do Bradesco BBI e do Itaú

Mineradora reforça gestão com Thiago Lofiego e Leandro Modé antes de nova fase de expansão, que inclui divisão de metais básicos, disseram fontes à Bloomberg Línea

A mineradora aposta em contratações de peso no mercado para a nova fase da companhia
16 de Outubro, 2023 | 07:32 PM

Bloomberg Línea — Depois da contratação de ex-executivos da Tesla e da Anglo American, a Vale (VALE3) continua a investir para trazer nomes de peso do mercado para a sua próxima fase de expansão. Para tanto, vai reforçar o time de gestão com profissionais dos dois maiores bancos privados do país.

A mineradora está trazendo de Nova York o ex-Bradesco BBI Thiago Lofiego para o cargo de diretor de Relações com Investidores, segundo apurou a Bloomberg Línea com pessoas próximas à empresa, que falaram sob condição de anonimato porque as discussões são privadas. Ele responderá para Gustavo Pimenta, vice-presidente executivo de Finanças e Relações com Investidores.

Lofiego também deve acumular a diretoria de gestão de participações e JVs (Joint Venture), com atuação na gestão do portfólio de parcerias da companhia. A mudança para a Vale - mas não o cargo exato - foi comunicada em post no LinkedIn.

Procurado pela Bloomberg Línea, o executivo não respondeu ao pedido de comentários.

PUBLICIDADE
LEIA +
América Latina acelera projetos de lítio de olho em atração de investimento

Lofiego estava havia sete anos no Bradesco BBI, dos quais os últimos quatro em Nova York. Seu último cargo na companhia foi o de head de equity research para mineração e siderurgia. Ele também atuou no Bank of America e no Itaú BBA, também em equity research, totalizando quase duas décadas na área.

A Vale também contratou como diretor de Comunicação o executivo Leandro Modé, que era o CEO do Inteligência Financeira, plataforma de conteúdo e educação financeira do Itaú. Ele estava no maior banco do país havia mais de cinco anos, tendo também liderado a área de comunicação.

Em fevereiro, a mineradora já havia anunciado a contratação de um ex-executivo da Tesla, Jerome Guillen, para o conselho independente de metais básicos da companhia, a Vale Base Metals, com sede em Toronto, no Canadá. Ainda em abril, a companhia comunicou a contratação do ex-CEO da Anglo American Mark Cutifani para a presidência do conselho independente de metais básicos.

PUBLICIDADE

Essa divisão é uma das principais apostas da mineradora brasileira com alcance global, diante da aceleração da transição energética, em que metais como cobre, níquel e lítio ganham peso e valor crescente para diferentes indústrias, em particular a automotiva.

O CEO da Vale, Eduardo Bartolomeo, disse em diferentes ocasiões ao longo do último ano que um dos objetivos da companhia é destravar valor para essa área de negócios.

LEIA +
Vale vende 10% de divisão de metais para fundo saudita, com valuation de US$ 26 bi

Há três meses, no fim de julho, a Vale acertou um acordo vinculante para a venda de uma fatia de 13% da Vale Base Metals por US$ 3,4 bilhões para a Manara Minerals e a gestora americana Engine No. 1. A transação avaliou a divisão inteira em US$ 26 bilhões.

Pelo acordo, a Manara Minerals, uma joint venture entre a mineradora saudita Ma’aden e o Fundo Soberano da Arábia Saudita (PIF), deterá 10% da subsidiária, e a Engine No. 1, outros 3%.

Modé substitui o executivo Julio Gama, diretor global de comunicações da Vale que passou a responder pela mesma área justamente da Vale Base Metals.

Segundo outra fonte próxima à Vale, que falou sob condição de anonimato, a companhia está investindo para trazer novos talentos diante da perspectiva de uma nova fase para a empresa.

Procurada pela Bloomberg Línea, a Vale não respondeu ao pedido de comentários até o fechamento desta reportagem.

PUBLICIDADE

Leia também

Estamos preparados para ajudar a consolidar o setor de petróleo, diz CEO da Enauta

Antonio Filosa será o novo CEO global da Jeep com mudanças na liderança da Stellantis

Vale terá sócio estratégico para área de metais básicos, diz CEO

Juliana Estigarríbia

Juliana Estigarríbia

Jornalista brasileira, cobre negócios há mais de 12 anos, com experiência em tempo real, site, revista e jornal impresso. Tem passagens pelo Broadcast, da Agência Estado/Estadão, revista Exame e jornal DCI. Anteriormente, atuou em produção e reportagem de política por 7 anos para veículos de rádio e TV.