Estes são os imóveis de luxo mais caros vendidos nos EUA em 2023

Em um mercado imobiliário morno, apenas 29 casas e apartamentos de luxo foram vendidos por pelo menos US$ 50 milhões no ano, segundo lista compilada pela empresa Miller Samuel

220 Central Park South
Por James Tarmy
25 de Dezembro, 2023 | 07:45 AM

Bloomberg — Não é um bom momento para vender uma megamansão. Em 2023, apenas 29 imóveis de luxo foram vendidos por pelo menos US$ 50 milhões, de acordo com uma lista compilada por Jonathan Miller, presidente e CEO da empresa avaliadora Miller Samuel.

Isso representa uma queda de mais de 35% em relação a 2022, quando 45 propriedades desse patamar de preço foram vendidas, e uma retração de mais de 44% em relação a 2021, cujas 52 vendas tornaram o melhor ano para imóveis de ultra-luxo já registrado, de acordo com dados fornecidos pela Miller.

“Em 2021 e 2022, as perspectivas eram otimistas”, disse Miller em entrevista, citando taxas de juro baixas e um mercado de ações se recuperando. “Esse não foi o caso nos últimos 18 meses e, francamente, estou surpreso que tenha havido tantas transações.”

Mesmo com a queda do número de vendas, o valor médio da receita de ultra-luxo aumentou: a diminuição do ano passado (US$ 3,2 bilhões) para este ano (US$ 2,3 bilhões) é de 28%, ligeiramente melhor do que o declínio no volume.

PUBLICIDADE

“Este não é um mercado imobiliário em nível normal”, diz Miller, enfatizando como os hábitos de consumo dos super-ricos estão descolados do resto do país. “Não tem nada a ver com os mercados locais onde essas propriedades estão inseridas. É mais nacional e global em escala.”

Miller adverte que a lista, que ele compila anualmente, está sujeita a alterações antes do final do ano; fechamento de negócios tardios podem surgir.

Tal como está, diz ele, apesar de toda a ansiedade persistente sobre a saída dos ultra-ricos de Nova York, a cidade e os seus arredores continuam dominando o ranking de imóveis acima de US$ 50 milhões, com 14 vendas de propriedades registadas este ano. A Flórida teve oito, a Califórnia, três, e o Colorado ficou em um distante quarto lugar, com duas vendas.

PUBLICIDADE

As 10 mansões mais caras de 2023:

1001 Ute Avenue, Aspen, Colorado

Valor: US$ 76 milhões

Esta casa de 1.900 m² gera polêmica. Após alegações de que seu desenvolvedor “entrou em conflito” com as aprovações de construção em 2019, a casa de sete quartos, sete banheiros e seis lavabos, que tem acesso direto às pistas de esqui de Aspen Mountain, foi recentemente objeto de uma ação judicial. Uma corretora diz que foi “extraída” de uma comissão de sete dígitos pela venda, de acordo com reportagem do Aspen Daily News.

12 Indian Creek Island Road, Miami

Valor: US$ 79 milhões

No início deste ano, a Bloomberg News informou que esta casa de sete quartos foi comprada por Jeff Bezos. O bilionário fundador da Amazon teria obtido um desconto de 7%; a casa, situada em uma ilha artificial na área de Miami, foi recentemente cotada por US$ 85 milhões. Alguns meses antes, Bezos havia comprado a casa ao lado por US$ 68 milhões.

220 Central Park South, Nova York

Valor: US$ 80 milhões

Situado no oitavo e nono andares de um arranha-céu, os moradores deste duplex de aproximadamente 743 m² também terão cerca de 92 m² de espaço ao ar livre. Uma enorme sala de estar de 17 metros de comprimento ocupa a largura de um andar, de acordo com um plano de oferta.

Great Island, Darien, Connecticut

Valor: US$ 85 milhões

Esta ilha de 24 hectares, que pertencia à mesma família há várias gerações, possui uma mansão de 1.207 m², um celeiro de cavalos com 18 baias, um campo de pólo, uma casa separada de três quartos, uma casa de fazenda, uma de praia e um bangalô. Inicialmente colocada à venda por US$ 175 milhões, a compradora foi a cidade de Darien, cujos planos para a ilha ainda estão em deliberação.

26-32 Windmill Lane, East Hampton, Nova York

Valor: US$ 91,5 milhões

Três anos depois de comprar este complexo de 27 hectares à beira-mar por US$ 45 milhões, o proprietário vendeu a propriedade, que inclui uma casa principal de 650 m² e uma casa de hóspedes de 139 m², arrecadando US$ 46,5 milhões. Além de 27 m² de frente para o mar, a casa vem com piscina, embora várias publicações tenham observado que o zoneamento da propriedade permite a construção de uma casa muito maior.

700 Meadow Lane, Southampton, Nova York

Valor: US$ 112,5 milhões

Uma “pechincha”: a casa foi originalmente colocada à venda por US$ 175 milhões. A propriedade tem mais de 3 hectares, com 46 m² de frente para o mar. A ampla casa de 1.439 m² tem 11 quartos e 12 banheiros completos. A certa altura, foi oferecido para aluguel, disponível durante todo o verão por US$ 2,25 milhões.

499 Indian Field Road, Greenwich, Connecticut

Valor: US$ 138,8 milhões

Conhecida como Copper Beach Farm, a propriedade de 20 hectares foi vendida por uma LLC com ligações com o bilionário de fundos de hedge Ray Dalio, informou a Bloomberg News. A propriedade inclui uma casa principal de 1.254 m² com jardins, piscina e quadra de tênis gramada. A casa tem duas praias particulares, uma piscina aquecida de sete metros comprimento e uma garagem adicional, portaria, casa com piscina e duas estufas.

PUBLICIDADE

1495 North Ocean Boulevard, Palm Beach, Flórida

Valor: US$ 155 milhões

Esta propriedade de 11 hectares foi comprada pelo bilionário herdeiro dos cosméticos William Lauder da viúva do falecido apresentador de rádio Rush Limbaugh, de acordo com o Wall Street Journal. A propriedade de Palm Beach contém uma casa principal de aproximadamente 2.229 m² e foi “decorada pelo próprio Sr. Limbaugh”, informou o Journal.

589 North County Road, Palm Beach, Flórida

Valor: US$ 170 milhões

De acordo com o Real Deal, essa transação ocorreu entre o vendedor, o fundador da Green Mountain Coffee Roasters, Robert Stiller, e o comprador, o revendedor de carros de luxo Michael Cantanucci. A propriedade de 6,4 hectares tem cerca de 14 m² de frente para o mar; a casa mede aproximadamente 1.858 m² e tem 10 quartos, 11 banheiros completos e sete lavabos. Stiller e sua esposa pagaram US$ 25 milhões pela propriedade há uma década.

27712 Pacific Coast Highway, Malibu, Califórnia

Valor: US$ 190 milhões

Esta casa de aproximadamente 3.716 m², projetada pelo famoso arquiteto Tadao Ando sob encomenda de Maria e William Bell Jr.; Maria, escritora e produtora, e Bill, produtor, são notáveis colecionadores de arte. O site TMZ informou que os novos proprietários da casa não são outros senão Beyoncé e seu marido Jay-Z. O TMZ informou que o preço de compra foi de US$ 200 milhões; o registro oficial é de US$ 190 milhões. Posteriormente, o site informou que o casal pagou em dinheiro.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também:

Casas de até R$ 300 milhões: os preços em condomínios de luxo no interior de SP

De sneakers Louis Vuitton a relógio TAG Heuer: os presentes de luxo em alta no Brasil