Larry Summers: dados de emprego mostram que taxa neutra do Fed é ‘muito mais alta’

Ex-secretário do Tesouro afirma que o Federal Reserve está bem longe de sua estimativa de taxa de juros neutra e alertou contra qualquer medida para reduzir as taxas em junho

Relatório de empregos 'sugere que a economia está reacelerando', diz ex-secretário do Tesouro
Por Christopher Anstey
05 de Abril, 2024 | 03:43 PM

Bloomberg — O ex-secretário do Tesouro Lawrence Summers disse que o aumento do número de empregos nos EUA em março ilustra que o Federal Reserve está bem longe de sua estimativa de taxa de juros neutra e alertou contra qualquer medida para reduzir as taxas em junho.

“Este foi um relatório impactante que sugere que a economia está reacelerando”, disse Summers na Bloomberg Television. Juntamente com outros fatores, incluindo um afrouxamento “épico” nas condições financeiras, “me parece que a evidência é esmagadora de que a taxa neutra é muito mais alta do que o Fed supõe”, disse ele.

A taxa neutra é o nível teórico para o índice de referência do Fed que não estimula nem restringe o crescimento. No mês passado, os formuladores de política monetária estimaram a taxa neutra em cerca de 2,6% - a estimativa mediana de suas previsões. Summers reiterou sua própria opinião de que a taxa neutra é de 4% ou mais. Isso compara com a faixa alvo atual de 5,25% a 5,5%.

“Existe um leve elemento de restrição, mas apenas um leve” dada a atual configuração de taxas do Fed, disse Summers, professor da Universidade de Harvard e colaborador remunerado da Bloomberg TV.

PUBLICIDADE

Leia mais: Payroll: EUA criam 303 mil empregos em março, acima do esperado

No início desta semana, o presidente do Fed, Jerome Powell, reiterou sua desconfiança em relação à ideia de usar estimativas de uma taxa neutra como guia para a política monetária. A questão sobre qual será a taxa neutra no futuro “não importa realmente para a política hoje”, disse ele ao responder perguntas em um evento da Universidade de Stanford.

No ano passado, Powell disse que é possível que a taxa neutra de curto prazo possa ser mais alta do que a de longo prazo, e também que a própria taxa de longo prazo possa ser mais alta, mas, em última análise, a conta é “impossível de saber”.

PUBLICIDADE

Summers, por outro lado, afirmou que é importante ter um ponto de referência para definir a política atual. “Não há como julgar qual é a política sem saber qual seria uma política neutra”, disse ele.

“Dizer 'não precisamos saber qual é a taxa neutra' é como dizer que você deve dirigir seu carro por sentir, sem olhar para o velocímetro”, disse Summers. “É apenas um erro”, disse ele, observando que não tinha visto as observações específicas de Powell esta semana.

O ex-chefe do Tesouro falou depois que o relatório de empregos de março mostrou um aumento de 303.000 empregos que superou todas as previsões dos economistas na pesquisa da Bloomberg, com a taxa de desemprego caindo para 3,8% mesmo com o aumento da força de trabalho.

Veja mais em Bloomberg.com