Ibovespa fecha em queda com correção das bolsas mundiais; dólar sobe a R$ 4,94

Na bolsa brasileira, a maioria das ações caiu, incluindo Vale e Petrobras; Azul e Gol ficaram entre as quedas mais expressivas

After hours
04 de Dezembro, 2023 | 06:57 PM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) fechou em baixa de 1,08%, aos 126.802 pontos, nesta segunda-feira (4), acompanhando o movimento negativo dos mercados internacionais. A baixa foi vista como um movimento de ajuste depois da forte alta de novembro. No mês passado, o índice subiu 12,5%. O dólar também se recuperou das quedas recentes frente ao real, subindo a R$ 4,94, com valorização de 1,27%. Os juros futuros também subiram no Brasil e nos Estados Unidos.

Na bolsa brasileira, a maioria das ações teve baixa, incluindo Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4;PETR3). O setor de petróleo em geral teve um pregão negativo, repercutindo a queda do barril no mercado internacional.

Entre as maiores baixas estão as companhias aéreas Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4), que tiveram perdas diante da alta do dólar. No terreno positivo, os ganhos foram discretos. O melhor desempenho foi da Engie Brasil, que subiu 1,31%. Santander Brasil, Usiminas e SLC Agrícola também avançaram.

No mercado americano, os principais índices também caíram nesta segunda-feira em movimento de ajuste depois das altas recentes. O Dow Jones caiu 0,11%, o S&P perdeu 0,54%, e o Nasdaq recuou 0,84%.

PUBLICIDADE

Dados de emprego nesta semana devem contribuir para a direção do mercado de ações neste mês, já que podem reforçar a visão de que o Federal Reserve encerrou o ciclo de altas dos juros, se mostrarem a economia em desaceleração.

As ações do Ibovespa com melhor desempenho no pregão foram:

  • Engie Brasil Energia SA (EGIE3) subiu 1,31%
  • TOTVS (TOTS3) subiu 0,95%
  • Banco Santander Brasil SA (SANB11) subiu 0,95%

E as de pior desempenho foram:

PUBLICIDADE
  • GOL (GOLL4) caiu 9,19%
  • Magazine Luiza SA (MGLU3) caiu 6,91%
  • Azul SA (AZUL4) caiu 5,82

-- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

-- Com informações da Bloomberg News

Leia também

Como a descoberta de um estudante abalou o mercado de títulos nos EUA

CEO do UBS diz que banco busca sucessor após fusão com o Credit Suisse

Victor Sena

Editor assistente na Bloomberg Línea. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Especializado em cobertura de economia.