Ibovespa fecha em alta de 2,21% puxado por Bradesco e Itaú; dólar cai

Resultado do Itaú acima do esperado elevou o otimismo dos investidores com as ações dos bancos; Natura e Cielo também foram destaque, além de Vale e Petrobras

After Hours
06 de Fevereiro, 2024 | 06:41 PM

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) fechou em alta de 2,21%, aos 130.416 pontos, nesta terça-feira (6), em um dia de ganhos expressivos para as ações brasileiras. O volume de negociações foi de R$ 963.923.900. O dólar (USDBRL), por sua vez, era negociado em queda de 0,43%, aos R$ 4,96, ao fim do pregão.

Os ganhos foram influenciados pelo avanço dos papéis dos bancos depois que o Itaú Unibanco (ITUB4) informou um resultado trimestral acima do esperado na noite anterior.

As ações do banco subiram 4,29%. Bradesco (BBDC4), Banco do Brasil (BBAS3) e Santander Brasil (SANB11) também avançaram, com destaque para o Bradesco que teve alta de 6,21%.

O banco divulga seu balanço nesta quarta-feira (7), antes da abertura do mercado, enquanto o Banco do Brasil informa os resultados na quinta.

PUBLICIDADE
LEIA +
‘Não sacrificamos o investimento para garantir corte de custos’, diz CFO do Itaú

O Itaú Unibanco superou as projeções de mercado reportando um lucro líquido recorrente de R$ 9,401 bilhões no quarto trimestre, período em que o índice de inadimplência (atrasos acima de 90 dias) caiu para o menor patamar em cinco trimestres.

O consenso de analistas ouvidos pela Bloomberg apontava para um lucro de R$ 9,3 bilhões entre outubro e dezembro.

O lucro anunciado representou uma alta de 4% em três meses e de 15,7% em 12 meses. Em nota na noite de terça, o maior banco brasileiro atribuiu o resultado à expansão da carteira de crédito e da margem financeira com clientes.

PUBLICIDADE

Além dos bancos, a Vale (VALE3) e a Petrobras (PETR3; PETR4) também tiveram altas. A mineradora avançou 1,77%, enquanto os papéis preferenciais da petroleira subiram 0,92%.

No noticiário corporativo, a Natura &Co (NTCO3) subiu 6,79% e liderou os ganhos do Ibovespa nesta quarta.

Os investidores repercutiram a informação divulgada pela empresa na véspera de que o conselho autorizou a diretoria a avaliar uma separação dos negócios da Natura e da Avon em duas empresas independentes de capital aberto. A estrutura da separação ainda é avaliada.

A Cielo (CIEL3) também subiu 3,98% aos R$ 5,23 nesta quarta depois que os controladores da empresa, o Bradesco e o Banco do Brasil, lançaram uma oferta pública de aquisição (OPA) para fechar o capital da empresa. Os bancos ofereceram pagar R$ 5,35 por ação da empresa de maquininha de cartões.

No ano, o Ibovespa acumula queda de 2,81% até o pregão de hoje.

Estados Unidos

Já no mercado americano, os principais índices tiveram ganhos modestos, enquanto os investidores se preparam para uma oferta de US$ 42 bilhões em títulos do Tesouro americano de 10 anos na quarta-feira.

Uma oferta recente de US$ 54 bilhões de títulos de três anos atraiu uma demanda sólida, fortalecendo o sentimento do mercado e fazendo com que os traders ignorassem uma série de comentários cautelosos de autoridades do Federal Reserve.

PUBLICIDADE

Autoridades do Fed se fizeram coro aos comentários recentes de Jerome Powell de que o banco central não terá pressa em cortar as taxas.

O presidente do Federal Reserve Bank de Minneapolis, Neel Kashkari, observou que o banco central ainda não atingiu seu objetivo. A chefe da regional de  Cleveland, Loretta Mester, sugeriu que não está com pressa para começar a cortar as taxas, dizendo que os diretores provavelmente ganharão confiança para afrouxar as taxas “mais tarde neste ano” se a economia evoluir como esperado.

Enquanto os títulos conseguiram se recuperar na terça-feira, as ações tiveram pequenos movimentos.

Enquanto isso, estrategistas do Citigroup Inc. dizem que a posição dos investidores em ações de tecnologia dos EUA é tão otimista que qualquer venda poderia desencadear uma ampla queda.

PUBLICIDADE

Os papéis de maior valorização do Ibovespa foram:

  • Natura (NTCO3) com 6,79%
  • Bradesco (BBDC4) com 6,21%
  • Eletrobras (ELET3) com 5,63%

Já os de pior desempenho foram:

  • Rumo (RAIL3) com -0,66%
  • Hapvida (HAPV3) com -0,78%
  • Localiza (RENT3) com -1,95%

As ações mais negociadas foram:

  • Cielo (CIEL3) com R$ 196.949.500.
  • Hapvida (HAPV3) com R$ 153.026.900.
  • Magazine Luiza (MGLU3) com R$ 122.777.800.

- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

PUBLICIDADE

Leia também

Crise da Boeing ganha novo capítulo com pressão de trabalhadores por aumento de 40%

Adam Neumann prepara oferta pela WeWork cinco anos após ter sido ‘expulso’

Filipe Serrano

É editor da Bloomberg Línea Brasil e jornalista especializado na cobertura de macroeconomia, negócios, internacional e tecnologia. Foi editor de economia no jornal O Estado de S. Paulo, e editor na Exame e na revista INFO, da Editora Abril. Tem pós-graduação em Relações Internacionais pela FGV-SP, e graduação em Jornalismo pela PUC-SP.