Dólar hoje: moeda americana opera de lado com pausa no rali global de ações

Investidores repercutem hoje queda nos preços de commodities e balanços corporativos; veja o desempenho do câmbio no início das negociações

Dólar hoje: moeda americana opera de lado com pausa no rali global de ações
23 de Fevereiro, 2024 | 09:40 AM

Bloomberg Línea — O dólar (USDBRL) opera de lado na manhã desta sexta-feira (23), em uma sessão de baixa para commodities como o minério de ferro e o petróleo.

A sessão também é marcada por uma pausa no rali das ações globais, depois de os índices de referência dos Estados Unidos, da Europa e do Japão terem alcançado patamares recordes.

Por volta das 9h40 (horário de Brasília), a moeda americana era cotada a R$ 4,97, com variação positiva de 0,06%.

No pregão anterior, o dólar encerrou as negociações cotado a R$ 4,96, com alta de 0,53%. O valor máximo chegou a R$ 4,96, e o mínimo foi de R$ 4,92.

PUBLICIDADE

O real acumula queda de 2,26% em relação ao dólar no acumulado do ano. O valor máximo foi registrado no dia 8 de fevereiro, quando a cotação do dólar atingiu R$ 5,00. Já a mínima foi de R$ 4,85 no dia 12 de janeiro. A cotação média no período foi de R$ 4,93.

Neste ano, a moeda brasileira ocupa a posição número 12 em uma cesta das 23 moedas de mercados emergentes com maior valorização.

As moedas latino-americanas tiveram o seguinte desempenho até o momento no ano:

PUBLICIDADE
  • O peso colombiano (COP) se desvaloriza em 1,38%;
  • O sol peruano (PEN) se desvaloriza em 2,22%;
  • O peso mexicano (MXN) se desvaloriza em 0,85%;
  • O peso chileno (CLP) se desvaloriza em 11,31%;
  • O peso argentino (ARS) se desvaloriza em 3,70%;

Já o Ibovespa (IBOV) subiu 0,16% no fechamento de ontem (22), aos 130.031,58 pontos.

As ações do índice com melhor desempenho na sessão anterior foram:

  • Magazine Luiza (MGLU3) subiu 7,65%;
  • Braskem (BRKM5) subiu 6,35%;
  • Hapvida (HAPV3) subiu 5,60%;

E as de pior desempenho foram:

  • WEG (WEGE3) caiu 3,17%;
  • JBS (JBSS3) caiu 2,57%;
  • Cogna Educação (COGN3) caiu 2,40%.

-- Conteúdo elaborado com auxílio de dados automatizados da Bloomberg.

Leia também:

Goldman Sachs adia aposta no primeiro corte da taxa de juros do Fed para junho

Mercado Livre volta a acelerar o crédito e vê início de ano ‘muito forte’, diz RI