Cinco coisas que você precisa saber para começar esta segunda-feira

Investidores se preparam nesta segunda-feira (26) para semana cheia de índices econômicos, como CPI, IPCA-15 e PIB do Brasil e dos EUA

Reunião do G20 de 2024 no Rio de Janeiro, Brasil
26 de Fevereiro, 2024 | 08:39 AM

Bloomberg Línea — Os investidores se preparam nesta segunda-feira (26) para uma semana repleta de índices econômicos, incluindo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) e o Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil. No exterior, destaque nos Estados Unidos para o índice de preços ao consumidor (PCE, na sigla em inglês) e para o PIB do quarto trimestre.

Na China, em um sinal de que a demanda estrangeira por títulos chineses pode diminuir, algumas instituições financeiras reduziram a troca de dólares por yuan, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

Pelo menos três instituições offshore reduziram suas operações de swap na última semana, disseram as pessoas, que preferiram não ser identificadas ao discutir assuntos privados. O swap de câmbio havia sido um instrumento popular nos últimos meses para ajudar investidores em dólares a comprar dívida em yuan.

Nesta semana, os ministros das finanças e chefes de bancos centrais do G-20 se reúnem em São Paulo. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, representarão o Brasil.

PUBLICIDADE

No cenário corporativo, a Berkshire Hathaway (BRK/A) se aproxima do valor de mercado de US$ 1 trilhão.

Confira a seguir cinco destaques desta segunda-feira (26):

1. G-20

A primeira grande reunião ministerial da presidência do Brasil no Grupo das 20 nações terminou com grandes discussões sobre os conflitos em curso na Europa e no Oriente Médio, mas pouco progresso em direção à resolução dos mesmos.

PUBLICIDADE

Ministros das Relações Exteriores dos maiores países do mundo passaram os últimos dois dias enclausurados em reuniões no Rio de Janeiro, seu primeiro encontro desde que o ataque do Hamas a Israel desencadeou uma guerra total em outubro passado. Enquanto isso, a invasão da Ucrânia pela Rússia está se aproximando do seu segundo aniversário, com as forças de Vladimir Putin de volta ao ataque.

A maioria das nações presentes condenou novamente as ações da Rússia na Ucrânia, reiterando uma posição que muitos têm mantido desde o início. O grupo alcançou uma “quase unanimidade” para a criação de um estado palestino, disse o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, uma ideia que há muito tempo tem amplo apoio entre as nações do G-20, mas que Israel rejeitou.

Todos concordaram que o Conselho de Segurança das Nações Unidas, que efetivamente se paralisou no meio dos conflitos, precisa de novos membros e reformas abrangentes, mas permanecem distantes sobre quais mudanças são necessárias.

2. Berkshire Hathaway

As ações da Berkshire Hathaway subiram até 5,5% antes da abertura dos mercados em Nova York nesta segunda-feira (26), um aumento que, se mantido ao longo do pregão, aproximaria ainda mais o valor de mercado do conglomerado a US$ 1 trilhão.

O conglomerado de Warren Buffett relatou lucros operacionais de US$ 8,48 bilhões no quarto trimestre no sábado (24), em comparação com US$ 6,63 bilhões no mesmo período do ano anterior, ajudado por um aumento nos lucros da subscrição de seguros e retorno de investimentos em meio a taxas de juros mais altas e condições de mercado mais amenas.

A reserva de caixa da Berkshire pulou para um recorde de US$ 167,6 bilhões, já que o conglomerado lutava para encontrar negócios com valuations atrativos.

3. Mercados

Ações europeias e futuros de ações dos EUA operam no campo negativo, mas próximos da estabilidade, à medida que os investidores se preparam para uma semana movimentada de dados, incluindo a medida preferida de inflação do Federal Reserve.

PUBLICIDADE

As mineradoras pesavam negativamente sobre o índice Stoxx 600 da Europa, que recuou 0,3% em relação ao fechamento recorde de sexta-feira. Rio Tinto e Anglo American lideravam as quedas no setor de recursos básicos devido a preocupações com a demanda chinesa.

Contratos para o S&P 500 pouco mudaram após o rali de Wall Street ter estagnado no final da semana passada, devido à realização de lucros em ações de grandes empresas de tecnologia.

Na negociação asiática de segunda-feira, o índice MSCI da Ásia-Pacífico permaneceu estável, enquanto um rali contínuo nas ações japonesas compensou as quedas na China, onde o índice de referência do continente CSI 300 encerrou sua sequência de ganhos mais longa desde 2018.

4. Manchetes dos principais jornais

Estado de S. Paulo: ‘Lula precisa entender recado da Paulista: candidato ou não, Bolsonaro move multidões e divide País’

PUBLICIDADE

Folha de S. Paulo: PF avalia que discurso de Bolsonaro em ato na Paulista reforça apuração sobre golpe

O Globo: Malu Gaspar: Fala de Bolsonaro na Paulista será usada pela PF como evidência de minuta do golpe

Valor Econômico: Debêntures têm rali após mudança em título isento

5. Agenda

Estados Unidos:

  • 10h: Licenças de Construção
  • 12h: Vendas de Casas Novas
  • 13h30: Leilão Americano Note a 2 anos
  • 15h: Leilão Americano Note a 5 anos

Zona do Euro:

  • 13h: Discurso de Christine Lagarde, Presidente do BCE

Leia também:

PUBLICIDADE

Clubes de elite chegam a cobrar mais de R$ 700 mil de novos sócios em São Paulo

Miami rivaliza com NY no mercado de imóveis de luxo com cobertura de US$ 125 milhões

De reconhecimento facial a robôs, tecnologias buscam acelerar embarque nos aeroportos

Tamires Vitorio

Jornalista formada pela FAPCOM, com experiência em mercados, economia, negócios e tecnologia. Foi repórter da EXAME e CNN e editora no Money Times.