Ações da Nvidia mantêm impulso e superam o desempenho de outras big techs

Papéis da empresa, queridinha da inteligência artificial, avançaram 10% nos primeiros nove pregões do ano, adicionando US$ 128 bilhões em valor de mercado

Acciones de Nvidia
Por Carmen Reinicke
14 de Janeiro, 2024 | 06:15 PM

Bloomberg — A Nvidia (NVDA) teve o seu melhor início de ano no mercado de ações, mantendo um rali que impulsionou os papéis da empresa a terem ganhos de quase 240% em 2023. A queridinha da inteligência artificial adicionou cerca de US$ 128 bilhões em valor de mercado após subir cerca de 10% em janeiro até a sexta-feira (12), um avanço sem precedentes nos primeiros nove dias de negociação do ano para a empresa.

Isso é um benefício para os otimistas da Nvidia e sinaliza que a tendência de IA ainda atrai a atenção, pelo menos para a empresa vista por muitos como uma das maiores vencedoras iniciais da nova tecnologia.

A Nvidia supera o mercado em geral e o restante das big techs no grupo das “Magnificent Seven” - Apple (AAPL), Alphabet (GOOGL), Microsoft (MSFT), Amazon (AMZN), Meta Platforms (META), Tesla (TSLA) e a própria Nvidia.

Isso faz da empresa um grande ponto positivo neste início de ano, já que o índice S&P 500 estagnou perto de máximas recordes, em meio a dúvidas sobre os lucros corporativos e os esperados cortes nas taxas de juros do Federal Reserve.

PUBLICIDADE

“Do meu ponto de vista, a Nvidia é a melhor da categoria”, disse Shana Sissel, CEO da Banrion Capital Management, acrescentando que a empresa é dominante em seu mercado, tem relacionamentos fortes com os clientes e está crescendo rapidamente. “É difícil encontrar muitos pontos fracos na história.”

Nvidia tem maior ganho em valor de mercado para um começo de anodfd

A Nvidia teve um início melhor em termos percentuais no ano passado para iniciar seu rali recorde. Esses ganhos vieram depois que as ações perderam metade de seu valor em 2022.

Para os próximos 12 meses, os analistas que cobrem a Nvidia têm um preço-alvo médio de quase US$ 650, indicando aproximadamente 19% de alta para uma empresa que agora tem um valor de mercado superior a US$ 1,3 trilhão.

PUBLICIDADE

A feira de tecnologia CES deste mês solidificou a confiança dos defensores das ações da Nvidia. A empresa anunciou três novos chips gráficos de desktop que permitirão aos usuários de computador fazerem um uso melhor da IA em máquinas pessoais.

As ações também receberam um impulso na semana passada, quando a diretora financeira Colette Kress reafirmou a declaração do CEO Jensen Huang de que a empresa espera poder continuar crescendo até o ano-calendário de 2025.

“A Nvidia expressou um tom de confiança em relação à demanda final e apontou para aumentos de oferta a cada trimestre neste ano”, escreveram analistas da Piper Sandler, liderados por Harsh V. Kumar, em um relatório de 11 de janeiro, referindo-se a uma reunião com a administração na CES. “Para nós, isso indica alta convicção em relação ao backlog [pedidos que ainda serão entregues] e padrões de encomendas ao longo do período de 2024.”

Espera-se que a Nvidia divulgue os resultados do quarto trimestre no próximo mês. Os analistas projetam que a receita aumentou cerca de 230% no período após um salto de aproximadamente 206% no terceiro trimestre, mostram dados compilados pela Bloomberg.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Novo obstáculo para as montadoras: convencer o consumidor a comprar elétrico usado

Gigantes farmacêuticas suíças perderam a onda do Ozempic. Agora buscam virar o jogo