Deere corta projeção de lucro para este ano com menor demanda de agricultores

Guidance mais fraco vem mesmo após a empresa reportar lucros que superaram as estimativas dos analistas no primeiro trimestre

Máquina da John Deere
Por Michael Hirtzer
15 de Fevereiro, 2024 | 11:29 AM

Bloomberg — A Deere (DE) prevê um lucro menor do que o esperado para este ano, à medida que a queda nos preços das safras dificultam a compra de equipamentos por agricultores.

A maior fabricante de máquinas agrícolas do mundo estima que o lucro líquido para o ano fiscal será entre US$ 7,5 bilhões e US$ 7,75 bilhões.

O montante representa uma queda em relação à sua previsão inicial em novembro, que apontava para um intervalo de US$ 7,75 bilhões a US$ 8,25 bilhões, e se compara com as estimativas compiladas pela Bloomberg de US$ 7,75 bilhões.

A previsão mais baixa veio após a Deere reportar lucros que superaram as estimativas dos analistas no primeiro trimestre.

PUBLICIDADE

A companhia é vista como um termômetro para a saúde da indústria agrícola, com a demanda por seus tratores oscilando de acordo com a fortuna dos agricultores.

As fabricantes de máquinas têm enfrentado pressão devido à queda da renda agrícola e aos preços mais baixos das safras, mesmo com uma população mundial em expansão e um aumento do foco na segurança alimentar ajudando a fornecer demanda de longo prazo por equipamentos agrícolas.

As ações da Deere caem 14% em relação ao recorde de fechamento atingido em julho de 2023.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também:

Açúcar é pressionado por queda da produção na Tailândia, 3º maior fornecedor mundial

Rebanho de gado dos EUA cai ao menor número em 73 anos e pressiona de Tyson à JBS

Lucros de agricultores dos EUA devem cair 26% em 2024, segundo estimativas do governo