Ex-Deutsche Bank mira investimentos na Ásia e busca levantar US$ 800 mi para gestora

Templewater gerencia US$ 1,7 bilhão e quer aumentar portfólio de investimentos com empresas de médio porte e de energia limpa

Um pedestre caminha ao longo de um calçadão em frente ao horizonte da cidade em Hong Kong, China
Por Cathy Chan
31 de Janeiro, 2024 | 11:54 AM

Bloomberg — A Templewater, uma empresa de investimentos alternativos cofundada por um ex-banqueiro do Deutsche Bank (DB), busca até US$ 800 milhões para dois fundos na Ásia, em um mercado que considera “desafiador”, e que tem a captação de recursos perto do seu nível mais baixo em uma década.

Os novos fundos visam empresas de médio porte na Ásia e empresas de tecnologia de energia limpa, disse Cliff Zhang, que fundou a empresa em 2018 com o Investec Group, um grupo bancário e de gestão de patrimônio anglo-sul-africano.

O gestor com US$ 1,7 bilhão em ativos começou a levantar de US$ 400 milhões a US$ 500 milhões para seu segundo fundo de private equity, dobrando seu pool anterior, e está buscando US$ 300 milhões para um fundo de descarbonização, disse Zhang em uma entrevista.

A Templewater se prepara para o ambiente de captação de recursos mais difícil para a Ásia em pelo menos uma década. Os fundos de pensão e patrocinadores-chave estão no limite do valor que estão dispostos a alocar para empresas de private equity, principalmente na Ásia, porque os fundos têm demorado para devolver dinheiro aos investidores.

PUBLICIDADE

A empresa aposta que uma distribuição de capital esperada de 65% de seu primeiro fundo até o final deste ano persuadirá patrocinadores existentes e novos investidores a participarem do segundo fundo, disse Zhang.

"Acreditamos que verdadeiras oportunidades frequentemente se apresentam no meio das adversidades", disse Zhang. "Estamos levantando capital agora para aproveitar o momento de investir em negócios transformadores que estão prontos para crescer à medida que o mundo emerge das recentes turbulências."

O fundo com sede em Hong Kong já retornou 14% de seu capital aos investidores, disse ele. Após sua saída da divisão de finanças corporativas do Deutsche Bank em 2013, Zhang foi nomeado vice-presidente sênior na Chow Tai Fook Enterprises, um conglomerado de propriedade privada controlado pelo bilionário Henry Cheng. O graduado da Universidade de Harvard também trabalhou no HSBC.

PUBLICIDADE

A empresa busca captar recursos de investidores institucionais e indivíduos ricos na Ásia e no Oriente Médio, disse Zhang. A captação de recursos para o primeiro fundo de US$ 200 milhões da Templewater em 2019 arrastou-se até dezembro de 2021 devido a protestos em Hong Kong e à pandemia. O fundo não fez nenhum investimento em 2022, pois o aumento das taxas de juros e os mercados instáveis ​​frearam a atividade de investimento.

De acordo com a Preqin, nos primeiros seis meses de 2023 firmas da região haviam levantado apenas 22% do total do ano anterior, após a captação de recursos de private equity na China ter caído significativamente.

Até agosto, apenas nove fundos haviam sido fechados na região, levantando um total de US$ 2,7 bilhões, com o número de fechamentos de fundos em trajetória para sua mínima em uma década, de acordo com dados da PitchBook.

O fundo de descarbonização da Templewater já garantiu compromissos da CIMC Enric Holdings, uma fabricante de equipamentos de gás listada em Hong Kong, juntamente com a fabricante canadense de células de combustível Ballard Power Systems.

O fundo investe em empresas de tecnologia global na cadeia de valor do hidrogênio, armazenamento de energia e captura de carbono. O novo pool de private equity se concentrará em saúde, mobilidade, serviços essenciais e manufatura de precisão na Ásia. No ano passado, a empresa comprou 51% dos negócios de oncologia e cardiologia do Grupo Luye Medicals em Cingapura.

O fundo de descarbonização visa investidores que buscam cumprir regulamentações de finanças sustentáveis impostas pela União Europeia, exigindo divulgação sobre como as empresas promovem objetivos ambientais e sociais por meio de investimentos, em vez de apenas considerar riscos de sustentabilidade.

A Templewater desenvolveu o primeiro posto de reabastecimento de hidrogênio de Hong Kong e seu primeiro ônibus de dois andares movido a hidrogênio. Na semana passada, assinou um acordo com Abu Dhabi para desenvolver uma série de soluções verdes, incluindo uma usina solar, desenvolvimento de postos de reabastecimento de hidrogênio e gestão de frotas de ônibus elétricos de bateria e célula de combustível.

PUBLICIDADE

A empresa do seu portfólio, Wisdom Motor, entregou o primeiro ônibus a hidrogênio dos Emirados Árabes Unidos na cúpula do clima COP28 no ano passado.

A Investec separou sua divisão de investimento principal na Ásia em 2021. A Templewater é o braço exclusivo de investimento em private equity da Investec na Ásia, excluindo a Índia.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Santander: América Latina deve compensar negócios na Europa, diz Ana Botin

Justiça americana coloca em xeque remuneração de US$ 55 bi da Tesla para Musk