Novo conselho da Oi, balanços de Embraer e Magalu: a agenda corporativa da semana

Em uma semana agitada na temporada de resultados do 4º trimestre, investidores também monitoram RJ da Oi e a Sabesp no pacote de privatizações

Varejista divulga seus números do 4º trimestre nesta quinta-feira (9)
Por Taís Fuoco e Raphael Almeida Dos Santos
05 de Março, 2023 | 06:29 PM

Bloomberg — A Oi (OIBR3) voltou a ocupar as fileiras das empresas em recuperação judicial no país apenas dois meses depois de sair do primeiro processo, iniciado em 2016. A empresa reúne os acionistas em AGE nesta segunda-feira (6) para discutir a proposta de uma nova chapa de conselheiros.

LEIA +
Oi negocia financiamento especial de US$ 300 milhões com credores, dizem fontes

Na justificativa para pedir a assembleia, a Tempo Capital diz que “o momento é crítico para a companhia, sem um projeto claro de reestruturação financeira e com a perspectiva de entregar seus últimos ativos de qualidade em troca de uma sobrevida.”

Confira a seguir os principais eventos corporativos na semana que começa:

  • Segunda-feira (6): Oi promove AGE a pedido de alguns acionistas para renovar o conselho;
  • Segunda-feira (6): Azul (AZUL4), Movida (MOVI3), Pague Menos (PGMN3) informam resultados trimestrais;
  • Terça-feira (7): Grupo Soma (SOMA3), Raia Drogasil (RADL3), Simpar (SIMH3) divulgam balanço;
  • Quarta-feira (8): CSN (CSNA3), CSN Mineração (CMIN3), Dexco (DXCO3), Gol (GOLL4), Grupo Mateus (GMAT3), IRB Brasil (IRBR3), Lavvi (LAVV3), Moura Dubeux (MDNE3), MRV (MRVE3), Petz (PETZ3), São Carlos (SCAR3), 3R Petroleum (RRRP3), Valid (VLID3) informam resultados;
  • Quinta-feira (9): Arezzo (ARZZ3), JHSF (JHSF3), Lojas Quero-Quero (LJQQ3), Magazine Luiza (MGLU3), Tegma (TGMA3), Tenda (TEND3), Via (VIIA3) divulgam balanço;
  • Sexta-feira (10): Embraer (EMBR3) divulga resultados.

Braskem entre compras e vendas

Enquanto repassa ao mercado informações de seus sócios Petrobras (PETR3; PETR4) e Novonor de que não fecharam até o momento nenhum acordo definitivo para a venda de fatia na empresa, a Braskem (BRKM5) capta US$ 1 bilhão em uma emissão externa com títulos de 10 anos.

PUBLICIDADE

Sabesp no pacote de privatizações

O Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização aprovou contratar serviços de consultoria para estudos sobre a desestatização da Sabesp (SBSP3). A privatização da companhia já foi discutida outras vezes, mas voltou à tona como parte de um plano do atual governador Tarcísio de Freitas de se desfazer de outros ativos.

O pacote com 15 projetos de privatização ou parcerias público-privadas pode chegar a R$ 180 bilhões, segundo o governo estadual, de acordo com reportagem do jornal Estado de S. Paulo.

EDP fecha capital, quer vender ativos

A EDP Portugal fará uma OPA para adquirir as ações da EDP Energias do Brasil (ENBR3) em circulação, em um processo que dever estar concluído ao final deste ano. No comunicado, o grupo português disse que o objetivo é “reforçar a posição do grupo no país” onde vê boas oportunidades de crescimento.

PUBLICIDADE

Ao mesmo tempo, a empresa espera vender este ano a termelétrica a carvão em Pecém (CE) e está disposta a vender usinas hidrelétricas a um preço “justo”, segundo reportagem da agência de notícias Reuters.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também:

Privatização de Sabesp e Porto de Santos são prioridades, diz secretário de SP

Exclusivo: Argentina atrasa pagamento ao Brasil por produção de notas de pesos