Brasil

Economia brasileira cresce mais do que o esperado no segundo trimestre do ano

Campos Neto, presidente do BC, afirma que a grande surpresa veio do mercado de trabalho

Preocupações com a extensão do pagamento do auxílio social aos mais pobres para além de 2022
Por Maria Eloisa Capurro
15 de Agosto, 2022 | 03:56 PM

Leia esta notícia em

Inglês ou emEspanhol

Bloomberg — A atividade econômica do Brasil cresceu mais do que o esperado no mês de junho, mostrando resiliência a uma campanha agressiva de aperto monetário que até agora não conseguiu conter as expectativas acerca da inflação.

O índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), um termômetro para o produto interno bruto, subiu 0,69% em relação a maio, mais do que a estimativa mediana de 0,35% em uma pesquisa da Bloomberg. Em relação a um ano atrás, a atividade aumentou 3,09%, informou o banco na segunda-feira.

As taxas de swap dos contratos com vencimento em janeiro de 2023, que indicam as expectativas dos investidores para a taxa básica de juros no final de 2022, subiram 1,5 ponto-base nas negociações da manhã desta segunda (15).

A economia brasileira tem mostrado sinais de dinamismo, com o mercado de trabalho apresentando desempenho melhor do que o esperado, mesmo após o BC ter aumentado suas taxas de juros em 11,75 pontos percentuais desde março de 2021, para 13,75%. Espera-se que as medidas implementadas recentemente para aliviar a dor da inflação apoiem ainda mais a demanda doméstica.

PUBLICIDADE

Auxílio Permanente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu luz verde para um programa social multibilionário que repassará quantias mensais em dinheiro para os pobres até o final do ano. Ele prometeu manter o pagamento extra se reeleito, assim como seu principal adversário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, expressou preocupação com a possível extensão das medidas sociais emergenciais por tempo indeterminado.

“Existe um ditado bem conhecido: nada é mais permanente do que um programa temporário do governo”, disse ele em um evento organizado pelo Millenium Institute, um think tank local, após a divulgação dos dados. “Isso certamente nos preocupa.”

PUBLICIDADE

No entanto, ele acrescentou que a inflação está mostrando sinais de melhora, especialmente no setor de serviços, mesmo com a previsão de que o desemprego pode atingir em breve uma baixa de sete anos de 8,5%.

“O mercado de trabalho foi uma das maiores surpresas”, disse. “Nunca imaginamos que o desemprego pudesse ficar abaixo de 9%.”

O que diz a Bloomberg Economics

A perspectiva dos gastos sociais adicionais é manter as expectativas de inflação acima da meta até 2024. Economistas consultados pelo BC aumentaram suas estimativas para 2023 pela 19ª semana consecutiva, para 5,38%. Eles veem os preços subindo 3,41% em 2024.

Os banqueiros centrais disseram que agora darão mais ênfase às estimativas de inflação para o início de 2024, já que seu horizonte atual foi “fortemente impactado” pelos recentes cortes de impostos sobre os preços da gasolina. Eles também apontaram riscos de alta para as perspectivas de preços caso o estímulo fiscal se torne permanente, como prometem os candidatos líderes nas pesquisas. Para o final de 2022, a inflação é estimada em 7,02%.

“Estamos sempre olhando para o ano corrente, mas nosso horizonte temporal foi ajustado para melhorar a forma como reagimos aos dados”, disse Campos Neto.

Embora os banqueiros centrais tenham dito que considerariam um aumento menor em setembro, a maioria dos analistas acredita que o ciclo de aperto monetário acabou. A taxa Selic deve ficar em 13,75% este ano e cair para 11% até dezembro do próximo ano.