Bloomberg Green

É possível parar de usar plástico – você pode começar aos poucos

Pequenas trocas, como o uso de sacolas reutilizáveis no supermercado, podem ajudar a reduzir a pegada individual de plástico

Embora empresas sejam as grandes responsáveis pela poluição com plástico, é possível fazer mudanças no consumo a nível individual
Por Zahra Hirji
03 de Agosto, 2022 | 11:12 am
Tempo de leitura: 4 minutos

Bloomberg — Assim que Carolyn Armstrong começou a observar o uso o plástico em sua vida, ela percebeu a presença do material em todos os lugares.

É claro que há garrafas e canudos de plástico, mas ela também notou sua maquiagem, roupas, produtos de limpeza e embalagens de alimentos. “Tudo o que usamos está envolto em plástico”, diz Armstrong.

É difícil dimensionar a escala do problema plástico do planeta. A cada ano, cerca de 11 milhões de toneladas de resíduos plásticos acabam em corpos d’água, de acordo com as Nações Unidas. Durante as próximas duas décadas, espera-se que esse número triplique. Diante de uma crise, os 175 países membros da Assembleia do Meio Ambiente da ONU realizada em março concordaram em desenvolver um tratado para conter o uso do plástico até o final de 2024.

Os maiores poluidores são as empresas, não os indivíduos: 20 empresas produzem mais da metade de todos os plásticos de uso único, segundo uma análise de 2021 realizada pela fundação australiana sem fins lucrativos Minderoo. A gigante petrolífera Exxon Mobil (XOM) é a maior poluidora de plástico do mundo. Mas isso não impediu que milhões de pessoas como Armstrong tentassem reduzir suas próprias pegadas de plástico.

PUBLICIDADE

Como reduzir o uso de plásticos

Segundo Rebecca Prince-Ruiz – que criou o movimento Plastic Free July, que incentiva a redução do uso de plásticos no mês de julho – o melhor lugar para começar é “analisando os plásticos que você consome em seu cotidiano. Olhe seu lixo, sua geladeira, sua despensa, até sua estação de trabalho. Basta escolher um ou dois itens para focar, porque se tentar fazer tudo, você pode acabar muito sobrecarregado”.

Felizmente, alguns dos itens de plástico mais fáceis de abandonar são aqueles que você usa todos os dias.

Embalagens plásticas de alimentos

Optar por frutas e legumes a granel em vez de produtos pré-embalados é uma forma de se livrar de um pouco de plástico, diz Armstrong. Dependendo do que você consome, há outras maneiras de limitar as embalagens. “Em casa, bebemos muito suco de laranja”, diz Judith Enck, presidente da organização Beyond Plastics. Portanto, ela preferiu optar pelo suco concentrado e comprou jarras reutilizáveis para servir o suco.

Enck também convenceu um familiar a começar a fazer o próprio chá gelado em vez de comprar a versão engarrafada. “É um pouco de trabalho a mais, mas não é nenhum inconveniente”.

PUBLICIDADE

Outra opção é comprar massas, cereais e outros produtos embalados com papelão ou até a granel, para que você possa utilizar seus próprios recipientes.

Copos, canecas e garrafas

Se você gosta de tomar café ou chá na rua, Prince-Ruiz afirma que uma forma simples de reduzir os copos descartáveis é usar uma caneca ou um copo térmico. Muitos copos descartáveis para café são feitos de papel forrado com um plástico chamado polietileno. Em 2005, cerca de 75 milhões de copos de café descartáveis foram usados diariamente nos Estados Unidos. Em 2015, esse número aumentou para mais de 105 milhões de copos por dia, segundo um estudo sobre copos e tampas plásticas da Freedonia.

Da mesma forma, é possível trocar as garrafas plásticas descartáveis por garrafas reutilizáveis. E é o que se deve fazer: de acordo com a Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA, apenas 29% das garrafas e recipientes plásticos de polietileno tereftalato (PET) e das garrafas de polietileno de alta densidade (HDPE) foram recicladas em 2018.

Em 2020, mais de 600 mil garrafas plásticas de bebidas foram coletadas por comissões internacionais de limpeza costeira, tornando-as o segundo item mais encontrado no oceano, de acordo com a Ocean Conservancy.

Sacolas reutilizáveis

As sacolas plásticas também são fáceis de abolir, diz Enck. Dos 4,2 milhões de toneladas de sacolas plásticas, sacos e embalagens produzidos em 2018, apenas 10% foram reciclados, de acordo com a EPA. Enquanto isso, cerca de 275 mil sacolas plásticas foram encontradas ao longo das costas em todo o mundo no ano passado, segundo a Ocean Conservancy.

Se você quiser reduzir o número de sacolas plásticas, leve uma sacola reutilizável em suas compras. Para ajudar a lembrar de usar as sacolas reutilizáveis que você já possui, guarde-as no carro ou em sua bolsa.

PUBLICIDADE

Guardanapos e talheres de plástico

Se você pede delivery de comida, peça para o restaurante não enviar talheres de plástico, guardanapos e canudos para reduzir o lixo. Mais de 225 mil canudos foram recolhidos das costas em 2020, além de 223 mil embalagens de comida para viagem, segundo a Ocean Conservancy.

Alguns aplicativos de entrega de comida apresentam uma opção para que consumidores dispensem o envio de talheres de plástico.

O verdadeiro combate ao lixo plástico no mundo exigirá mais do que mudanças em pequena escala: empresas e governos precisam fazer ajustes fundamentais na forma como fazem negócios. Mas Prince-Ruiz observa que, para muitos, reduzir o lixo plástico é uma oportunidade para reduzir o consumo em geral.

Para Armstrong, sua jornada no movimento Plastic Free July foi reveladora: “Eu não sou o problema, estou fazendo tudo o que posso”, diz ela, acrescentando: “mas é claro que vou continuar reduzindo minha pegada de plástico”.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Spotify entra na onda da Netflix e adicionará nova função para assinantes premium

Amazon diz que suas emissões de carbono aumentaram 18% em 2021

PUBLICIDADE