Mercados

Minério de ferro estende alta com fundo imobiliário chinês

Fundo já conta com 50 bilhões de yuans (US$ 7,4 bilhões) e pode ser aumentado para até 300 bilhões de yuans, segundo Conselho de Estado da China

O minério de ferro caiu mais de 35% após seu pico em março para perto do nível mais baixo desde novembro
Por Liz Ng
25 de Julho, 2022 | 09:18 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — O minério de ferro estendeu seu avanço acima de US$ 100 a tonelada, com otimismo de que um fundo imobiliário para apoiar construtoras na China ajudará a aliviar a crise no setor.

O Conselho de Estado da China aprovou um plano para criar um fundo que dará apoio financeiro a 12 construtoras. O fundo já conta com 50 bilhões de yuans (US$ 7,4 bilhões) e pode ser aumentado para até 300 bilhões de yuans.

“Claramente o governo está sinalizando que quer restaurar a confiança dos compradores de imóveis e incentivá-los a começar a comprar novamente”, disse Steve Wong, analista da Essence International. O mercado imobiliário chinês mergulhou em uma crise, com empreendimentos parados e preços em queda, enquanto alguns mutuários se recusam a pagar prestações de imóveis inacabadas.

Mesmo assim, houve alguns sinais encorajadores para a demanda. As vendas de casas em Pequim subiram na última semana, embora tenha sido o único ganho em quatro mercados de primeira linha. Há planos para mais alguns projetos, com a divulgação de investimentos em uma rodovia, aeroporto e usina hidrelétrica, que devem ajudar na demanda por aço.

PUBLICIDADE
Minério de ferro sobe: Conselho de Estado da China aprovou plano de financiamento para construtorasdfd

O minério de ferro caiu mais de 35% após seu pico em março para perto do nível mais baixo desde novembro, e a queda nos preços melhorou as margens das siderúrgicas, o que pode estimulá-las a comprar, renovando o apoio à matéria-prima.

Os futuros em Singapura subiram até 4%, para US$ 107,95 a tonelada.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Mercados oscilam em semana de Fed, FMI e balanços de pesos-pesados

PUBLICIDADE