Tech

Musk perde batalha inicial: julgamento de compra do Twitter será em outubro

Tribunal de Delaware aceitou o pedido da rede social para acelerar processo contra o CEO da Tesla pela desistência de oferta de US$ 44 bilhões

Elon Musk defendia que o julgamento de sua desistência de compra do Twitter fosse realizado em 2023
19 de Julho, 2022 | 03:22 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg Línea — Uma juíza de Delaware autorizou que o Twitter (TWTR) acelere o processo contra Elon Musk depois que o CEO da Tesla (TSLA) desistiu de comprar a empresa de mídia social por US$ 44 bilhões. Musk queria que o julgamento começasse em fevereiro de 2023. Com a vitória do Twitter, o julgamento será em outubro de 2022.

Inicialmente, o Twitter pedia que o julgamento sobre se Musk deveria ou não honrar o compromisso da aquisição fosse em setembro deste ano.

Na segunda-feira (18), a equipe jurídica de Musk disse que o Twitter estava pressionando injustamente por um julgamento “rápido demais”.

A equipe jurídica de Musk, por sua vez, disse que o Twitter estava pressionando injustamente por um julgamento “rápido demais”. O bilionário alega que a plataforma violou os termos do acordo de compra ao não fornecer informações detalhadas sobre as chamadas “contas de bots”, ou contas falsas, em seu sistema, algo que colocaria em xeque o modelo de monetização da plataforma.

PUBLICIDADE

- Com informações da Bloomberg News.

Leia também:

Twitter formaliza ação para obrigar Musk a comprar a plataforma

Isabela  Fleischmann

Isabela Fleischmann

Jornalista brasileira especializada na cobertura de tecnologia, inovação e startups

PUBLICIDADE