PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Preocupações sobre crescimento limitam ganhos de futuros na Ásia

Futuros de ações sinalizam altas moderadas no Japão, Austrália e Hong Kong repercutindo falas de Powell

Em Hong Kong, o novo líder John Lee está trabalhando em uma estratégia para reabrir as fronteiras da cidade, segundo o noticiário
Por Andreea Papuc
22 de Junho, 2022 | 08:35 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Os mercados asiáticos abrirão na quinta-feira em direção contrária a uma alta nos títulos do Tesouro que foi desencadeada por preocupações econômicas depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reconheceu o risco de uma recessão.

PUBLICIDADE

Os futuros de ações sinalizam altas moderadas no Japão, Austrália e Hong Kong. Os contratos do S&P 500 e Nasdaq 100 caíam no início do pregão asiático.

As ações dos Estados Unidos caíram, mas as perdas foram contidas possivelmente pelo sutil conforto de que o ciclo de alta das taxas de juros do Fed será curto devido a ameaças de crescimento.

PUBLICIDADE

Os vencimentos mais curtos lideraram o aumento nos títulos do Tesouro, com os rendimentos de dois anos recuando para mais perto de 3%. Um indicador do dólar caiu. Nos mercados de commodities, o petróleo bruto caiu abaixo de US$ 105 o barril, prejudicado por temores sobre as perspectivas de demanda.

Powell disse que os EUA precisam reduzir a inflação alta para a meta de 2%. Ele aceitou que aumentos acentuados das taxas poderiam causar uma contração econômica e chamou um pouso suave de “muito desafiador” em depoimento ao Senado na quarta-feira.

As chances de o ciclo de alta de juros do Fed se estender além da reunião de política monetária de novembro diminuíram acentuadamente à medida que os traders continuam a precificar as perspectivas de uma reversão política mais rápida e difícil no próximo ano.

“Ele reconheceu que as taxas continuarão a aumentar, mas o FOMC está ciente de observar os dados recebidos, sugerindo que o Fed não estará exclusivamente no piloto automático com o aperto”, disse Joe Gilbert, gerente de portfólio da Integrity Asset Management.

As ações chinesas negociadas nos EUA fecharam um rali de dois dias. Os investidores estão avaliando medidas para apoiar a economia da China e afrouxar a repressão do setor de tecnologia. Em Hong Kong, o novo líder John Lee está trabalhando em uma estratégia para reabrir as fronteiras da cidade, segundo o noticiário.

PUBLICIDADE

O principal foco para os mercados, no entanto, continua sendo as pressões globais de preços e o impacto de uma onda de aperto monetário em várias economias.

“Desde que atingimos as máximas do S&P em janeiro, houve muito pouca convicção”, disse Alli McCartney, diretor administrativo do UBS Private Wealth Management, à Bloomberg Television. “A inflação é real, tem sido muito mais persistente e global do que se esperava ou esperava.”

Enquanto isso, o bitcoin (BTUSD) caía abaixo dos US$ 20.000 em meio ao clima geral de cautela.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

Fundos contra risco cambial global brilham com alta volatilidade