PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Petróleo sobe com mercado de combustível reduzindo receios de recessão

Contratos da commodity se encaminham para uma alta no trimestre, com traders pesando as forças conflitantes que alimentam a volatilidade

Petróleo
Por Elizabeth Low e Alex Longley
21 de Junho, 2022 | 08:01 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — Os preços do petróleo subiam, com os traders avaliando as chances de uma desaceleração econômica global contra um robusto mercado subjacente de petróleo bruto e refinado.

O Brent avançava 1,5% em Londres, enquanto o contrato West Texas Intermediate, contrato mais ativo, também era negociado em alta. Houve um aumento renovado no prêmio de combustíveis refinados sobre petróleo bruto, indicando uma escassez contínua de oferta de derivados de petróleo, como o diesel. O presidente norte-americano Joe Biden disse que pretende decidir esta semana se deve suspender o imposto federal sobre a gasolina.

O mercado de petróleo está vulnerável a quaisquer sinais de interrupção do fornecimento desde que a invasão da Ucrânia pela Rússia derrubou os mercados globais de commodities. A Petroecuador disse na segunda-feira (20) que pode ter que interromper as exportações de petróleo devido a greves no país, enquanto o ministro do Petróleo da Líbia relatou números de produção altamente voláteis até agora este mês.

Os contratos da commodity se encaminham para uma alta no trimestre, com traders pesando as forças conflitantes que alimentam a volatilidade. Na sexta-feira (17), os preços caíram à medida que crescem as preocupações de que o direcionamento do Federal Reserve, o banco central americano, em direção a uma política monetária mais apertada possa levar a uma desaceleração econômica.

PUBLICIDADE

“Parece que após a queda de preços de sexta-feira desencadeada por crescentes preocupações com a inflação, a atenção se voltou para os problemas de abastecimento, com o complexo petrolífero iniciando sua recuperação liderada pelos destilados”, disse Tamas Varga, analista da corretora PVM Oil Associates. “Desempenhos econômicos fracos prolongados devem, em última análise, afetar a demanda no último trimestre do ano.”

Preços do petróleo

  • O WTI de agosto avançava US$ 2,47 em relação aos US$ 110,46 por barril de sexta-feira, às 6h24, horário de Brasília; o contrato de julho vence nesta terça-feira
  • Já o contrato Brent subia 1,5%, para US$ 115,83 o barril

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse que as negociações continuam sobre como limitar o preço do petróleo russo. Quando perguntada se tais medidas estariam prontas para os líderes do G-7 que se reúnem de 26 a 28 de junho, ela disse “fique atento”.

A Exxon Mobil (XOM) disse que os mercados globais de petróleo podem permanecer apertados por mais três a cinco anos, em grande parte devido à falta de investimento desde o início da pandemia. Levará tempo para as empresas petrolíferas recuperarem os investimentos necessários para garantir que haja oferta suficiente de petróleo, disse o CEO Darren Woods na terça-feira.

Leia também

PUBLICIDADE

Multiplan tem venda recorde, mas crescer portfólio só após ‘tempestade’, diz CEO

Gabriel Medina rema contra a maré e cria fundo para investir em startups