PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Estilo de vida

Brasil tem cerveja entre as mais baratas do mundo; confira ranking

Segundo levantamento, país é o terceiro que mais consome cerveja no mundo; apenas a Colômbia possui cerveja mais barata que o Brasil

Skol é a mais vendida, seguida pela Brahma e Antarctica, todas da Ambev
22 de Maio, 2022 | 07:47 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — A cerveja no Brasil está entre as mais baratas do mundo, com custo médio de US$ 1,38, segundo levantamento divulgado pela plataforma de desconto CupomValido.com.br, com dados da Numbeo e da Statista. O custo da bebida no país representa um valor 66% menor que a média mundial, que tem custo de US$ 4,06 para uma cerveja de 500 ml.

PUBLICIDADE

Os dados consideram o custo médio da cerveja nas capitais ao redor do globo e utilizam o dólar como moeda para a comparação do poder de paridade de compra entre os diferentes países.

Segundo o levantamento, o Brasil é o terceiro país que mais consome cerveja no mundo, com participação de 7% do consumo mundial. O país fica atrás apenas da China e dos Estados Unidos, com fatias de 27% e 13%, respectivamente. A queridinha dos brasileiros é a Skol, seguida pela Brahma e Antarctica – as três marcas da Ambev (ABEV3). A Schin e Itaipava, ficam em quarto e quinto lugar.

PUBLICIDADE

Ao levar em consideração os fatores para a decisão de compra de uma cerveja pelos brasileiros, o sabor fica em primeiro lugar, seguido do preço, e por fim, o tipo da cerveja, mostra a pesquisa.

Na América Latina, apenas a Colômbia possui cerveja mais barata que o Brasil, com custo médio de US$ 1,06.

Entre as cervejas mais caras do mundo estão as de países da região do Oriente Médio e da Escandinávia. Os Emirados Árabes Unidos lideram o ranking dos mais caros, com custo médio de US$ 10,89 por cerveja. Já na ponta oposta, dos mais baratos, aparece a Etiópia, com custo médio de US$ 0,75 por 500 ml da bebida.

No ranking mundial, a cerveja mais vendida é a Snow, da China. Na sequência, aparecem a chinesa Tsingtao e a Bud Light, dos Estados Unidos. A brasileira Skol aparece em quinto lugar no levantamento entre as mais vendidas no mundo.

Leia também:

Inflação na América Latina deve diminuir devagar, diz ex-presidente do BC

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.