Mercados

Ações asiáticas apontam para abertura cautelosa enquanto dólar toma força

Futuros caíam na Austrália, Japão e Hong Kong, enquanto os contratos dos EUA oscilavam após uma sessão volátil do S&P 500

O pânico no mercado de criptomoedas altamente especulativo diminuiu
Por Sunil Jagtiani
12 de Maio, 2022 | 08:14 pm
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — As ações na Ásia parecem preparadas para uma abertura cautelosa na sexta-feira em meio à força do dólar e condições agitadas nos mercados globais, impulsionadas pelo aperto da política monetária para combater a inflação elevada.

Os futuros caíam na Austrália, Japão e Hong Kong. Os contratos dos EUA oscilavam após uma sessão volátil do S&P 500 que viu o índice se recuperar para fechar pouco alterado.

Preocupações com uma desaceleração econômica permanecem no centro das atenções para os investidores, dando força ao dólar e aos títulos soberanos. Um indicador de dólar está em sua maior sequência de ganhos semanais desde 2018. O rendimento de 10 anos do Tesouro caiu para 2,85%.

O pânico no mercado de criptomoedas altamente especulativo diminuiu. O Bitcoin (BTUSD), com queda acumulada de cerca de 39% em 2022, estava sendo negociado perto de US$ 28.000.

PUBLICIDADE

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reafirmou que o banco central provavelmente aumentará as taxas de juros em meio ponto percentual em cada uma de suas próximas duas reuniões, deixando em aberto a possibilidade de fazer mais.

Uma onda global de aperto monetário, os bloqueios de covid na China e a guerra da Rússia na Ucrânia agitaram uma série de ativos este ano e deixaram as ações mundiais à beira de um mercado em baixa.

“É um momento muito difícil no mercado”, disse Kathy Entwistle, diretora-gerente da Morgan Stanley Private Wealth Management, à Bloomberg Television. “Estamos parados, quietos e pacientes e esperando por mais alguns insights sobre para onde estamos indo. Ainda vemos muita volatilidade no horizonte.”

Os dados mais recentes dos EUA mostraram que os preços ao produtor aumentaram 11% em relação a abril do ano passado, sinalizando que a inflação ao consumidor pode continuar alta.

PUBLICIDADE

Na China, autoridades de Pequim negaram que a cidade será fechada. Os moradores lotaram os supermercados em meio à crescente preocupação de que a capital chinesa aumente as restrições para combater um surto persistente de covid.

O petróleo estava em torno de US$ 106 o barril e os preços do trigo subiram à medida que a guerra continua a impactar as commodities.

Os países da União Europeia dizem que pode ser hora de considerar adiar um esforço para proibir o petróleo russo se o bloco não conseguir convencer a Hungria a apoiar o embargo.

A produção de trigo na Ucrânia, um dos maiores produtores, cairá um terço em relação ao ano passado, de acordo com uma previsão dos EUA.

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

5 pontos para entender o que está acontecendo com o Nubank

A segunda empresa da LatAm avaliada em mais de US$1 bi em uma semana: Dock

PUBLICIDADE