Mercados

Traders amadores perdem tudo que ganharam durante a pandemia

Resultado é um mercado de baixa para empresas especulativas que dispararam quando o estímulo monetário começou a fluir

Armados com contas de comissão zero, investidores individuais conseguiram recuperar suas ações favoritas do precipício várias vezes e podem conseguir fazê-lo de novo.
Por Lu Wang
09 de Maio, 2022 | 10:01 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A era dos grandes ganhos de investidores amadores, cuja ousadia foi destaque durante a pandemia, chega ao fim tão rápido quanto começou.

Amargando perdas piores do que as do resto do mercado de ações americano esse ano, esses operadores de varejo que entraram quando os lockdowns começaram, já devolveram todos os seus ganhos prodigiosos, de acordo com estimativa do Morgan Stanley. O cálculo é baseado em negócios feitos por novos investidores desde o início de 2020 e usa dados de preços públicos e de bolsas para contabilizar lucros e perdas gerais.

Uma mania que nasceu com o surto de coronavírus e foi alimentada pela generosidade do Federal Reserve está sendo derrubada por um vilão da mesma ordem, a inflação, que os bancos centrais globais correm para combater, aumentando as mesmas taxas de juros que cortaram.

O resultado é um mercado de baixa para empresas especulativas que dispararam quando o estímulo monetário começou a fluir em março de 2020.

PUBLICIDADE

“Muitos desses caras começaram a negociar bem na época da covid, então sua única experiência de investimento foi um mercado maluco alimentado pelo Fed”, disse Matthew Tuttle, CEO da Tuttle Capital Management. “Tudo isso mudou com a virada do Fed em novembro, mas eles não perceberam isso porque nunca tinham visto um mercado que não fosse apoiado pelo Fed”, disse. “Os resultados foram terríveis.”

Mas a turma do faça-você-mesmo pode se recuperar? Sim. Especialistas têm previsto o fim desses investidores de varejo desde o momento em que surgiram em 2020 - relatórios anteriores sobre sua ruína foram exagerados. Armados com contas de comissão zero, investidores individuais conseguiram recuperar suas ações favoritas do precipício várias vezes e podem conseguir fazê-lo de novo.

Mesmo assim, nomes famosos do auge do frenesi estão sofrendo sérias perdas. A AMC Entertainment registra queda de 78% desde junho de 2021. Perdeu 49% este ano. A Peloton está 90% abaixo de seu recorde. Do início de 2020 até novembro, uma cesta de ações favorecidas por investidores de varejo rastreada pelo Goldman Sachs mais que dobrou. Este ano, ela caiu 32%, mais que o dobro do declínio do S&P 500.

É uma queda brusca desde 2021, quando operadores amadores ganharam fama após se unirem nos fóruns WallStreetBets para tentar espremer investidores profissionais de posições vendidas e derrubar a ordem de Wall Street.

PUBLICIDADE

Os investidores de varejo chegaram a responder por cerca de 24% do total de negociações com ações em um dado momento, de acordo com estimativa da Bloomberg Intelligence. Sua influência fez com que os blogs do Reddit e as postagens da Stocktwits fossem material de leitura obrigatória para qualquer pessoa que coletasse informações sobre os mercados.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Quem é o braço direito de Musk, que administra a maior fortuna do mundo

Últimas BrasilMeme stock
PUBLICIDADE