PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Preços estão altos no Brasil? Na Turquia, inflação já chega a 70%

Inflação de energia no país subiu para 118,2%, de 102,9% em março, com inflação mensal de 7,25%

Os preços dos alimentos, que representam cerca de um quarto da cesta de consumo, subiram 89% ao ano, ante 70,3% no mesmo período
Por Onur Ant
05 de Maio, 2022 | 03:01 pm
Tempo de leitura: <1 minuto

Bloomberg — A inflação da Turquia acelerou em abril devido a uma alta nos preços globais de energia e nos custos domésticos de alimentos, mantendo-se em seus níveis mais altos em duas décadas.

Os preços ao consumidor subiram 70% no mês passado, comparados a 61,1% em março. A estimativa mediana em uma pesquisa da Bloomberg com analistas foi de 67,8%.

PUBLICIDADE

A inflação mensal foi de 7,25%, em comparação com a estimativa mediana de 5,75% em uma pesquisa separada.

Abaixo estão os destaques do relatório de inflação publicado pelo Turkstat na quinta-feira (5):

  • Os preços ao produtor subiram quase 7,67% ao longo do mês, elevando a inflação anual para cerca de 122%. Os ganhos de preço no portão da fábrica estão alimentando os preços ao consumidor, já que a Turquia registrou PPI anual de três dígitos pelo terceiro mês
  • A inflação de energia subiu para 118,2%, de 102,9% em março, uma vez que o rali global das commodities de energia continuou a aumentar os custos de serviços públicos e produtos refinados
  • Os preços dos alimentos, que representam cerca de um quarto da cesta de consumo, subiram 89% ao ano, ante 70,3% no mesmo período
  • O núcleo do índice de inflação, que exclui o impacto de itens voláteis como alimentos, energia e ouro, subiu para 52,4% de 48,4%

Mercados

A lira caiu após os dados e estava sendo negociada 0,7% mais baixa, a 14,8385 por dólar, às 10h06 em Istambul

PUBLICIDADE

Pano de fundo

  • A aceleração leva a taxa de juros de referência da Turquia ajustada pela inflação para cerca de 56% negativos, o rendimento real mais baixo de longe entre os mercados emergentes
  • A inflação dos preços no varejo em Istambul, capital comercial da Turquia, subiu para 80% no mês passado, de 63,3% em março
  • O banco central realizará sua próxima reunião de fixação de taxas em 26 de maio
  • O banco central da Turquia manteve as taxas pela quarta reunião consecutiva em abril, depois de cortar 500 pontos-base no final de 2021. Os cortes levaram a lira a uma queda que acelerou os aumentos dos preços ao consumidor. Embora a lira tenha mantido estabilidade anteriormente, a moeda local perdeu cerca de 10% de seu valor frente ao dólar este ano

– Com a colaboração de Harumi Ichikura.

– Esta notícia foi traduzida por Marcelle Castro, Localization Specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também