Negócios

Karl Lagerfeld é vendida por US$ 210 milhões para G-III

Marca já era parcialmente detida pelo G-III Apparel Group, que também conta com DKNY em seu portfólio

Designer foi diretor criativo da Chanel e também contou com sua própria marca
Por Angelina Rascouet
02 de Maio, 2022 | 08:57 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os proprietários da marca de moda Karl Lagerfeld venderam uma participação majoritária para o G-III Apparel Group por 200 milhões de euros (US$ 210 milhões) em dinheiro.

A G-III disse na segunda-feira (2) que concordou em comprar 81% da Karl Lagerfeld de um grupo de investidores públicos e privados liderados por Fred Gehring, da Amlon Capital. A G-III já havia adquirido uma participação de 19% em 2016 e também formou uma joint venture na América do Norte no ano anterior.

A G-III espera que as vendas no varejo da marca ultrapassem US$ 2 bilhões.

A marca leva o nome do falecido designer alemão, que criou sua marca em 1984 e a descreveu como “sensualidade intelectual”. Lagerfeld, que foi diretor criativo da Chanel por mais de três décadas e também desenhou produtos para a Fendi, faleceu em 2019 aos 85 anos.

PUBLICIDADE

As linhas de Karl Lagerfeld são consideradas luxo acessível, com peças recentes que incluem calças de moletom por 275 euros e kit com três cuecas boxer por 39 euros.

Com esta compra, a G-III amplia seu portfólio de marcas que também inclui DKNY, Donna Karan e Sonia Rykiel.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em Bloomberg.com

PUBLICIDADE

Leia também

Marca do Itaú é avaliada em US$ 8 bi, a mais valiosa do país, diz estudo

Recorde de divórcios: Veja quanto custa se separar legalmente no Brasil

Agência reguladora propõe proibir cigarros mentolados nos Estados Unidos