PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Buffett é repreendido pelo Calpers, que pediu nova direção na Berkshire

Fundo pede que a empresa nomeie presidente independente, dizendo que a governança é enfraquecida com mesma pessoa nos dois cargos

Warren Buffet
Por Katherine Chiglinsky e Patrick Winters
20 de Abril, 2022 | 06:08 pm
Tempo de leitura: 3 minutos

Bloomberrg — O Calpers - California Public Employees’ Retirement System - o maior fundo de pensão público dos Estados Unidos, disse que planeja votar uma proposta de acionistas para que a Berkshire Hathaway escolha um presidente independente, marcando uma rara repreensão ao bilionário Warren Buffett, que é o chefe do conselho e diretor-presidente do conglomerado.

O fundo tem mais de US$ 450 bilhões em ativos sob gestão e cerca de US$ 2,3 bilhões em ações da Berkshire, segundo comunicado de terça-feira (19). O fundo está apoiando uma proposta do National Legal and Policy Center, sem fins lucrativos, também acionista da Berkshire, que pede que a empresa nomeie um presidente independente, dizendo que a estrutura de governança é enfraquecida por ter os cargos de presidente e CEO ocupados pela mesma pessoa.

PUBLICIDADE

A Berkshire se opõe à proposta, tendo dito, no mês passado, que Buffett deveria continuar ocupando ambos os cargos.

“O conselho acredita que, enquanto Buffett for o CEO da Berkshire, ele deve continuar como presidente do conselho e como CEO da Berkshire”, disse a empresa com sede em Omaha, Nebraska, na época. “No entanto, como foi afirmado em várias ocasiões pelo Sr. Buffett no passado, uma vez que ele não seja mais o CEO da Berkshire, um diretor não administrativo deve ser nomeado presidente do conselho.”

Investidores em toda a América corporativa têm pressionado as empresas a separar as funções de presidente e CEO. Buffett ocupa há muito tempo os dois cargos na Berkshire e se uniu a executivos de outras empresas que ocupam os dois cargos, incluindo Jamie Dimon, do JPMorgan, e Brian Moynihan, do Bank of America. Em 41% das empresas do S&P 500, ambos os títulos são ocupados pela mesma pessoa, de acordo com o provedor de dados ISS Corporate Solutions.

PUBLICIDADE

A Calpers apoiou propostas semelhantes no passado. Em 2015, o fundo de pensão, juntamente com outro fundo da Califórnia, votou contra uma proposta para manter Moynihan como presidente do Bank of America - uma resolução que foi aprovada, com Moynihan continuando a ocupar os dois cargos. Um drama semelhante aconteceu no JPMorgan em 2013, mas Dimon continua como presidente e CEO do banco. A empresa com sede em Nova York disse em uma declaração em abril que o credor planeja separar as duas funções durante a próxima transição de liderança e deixou em aberto a possibilidade de Dimon permanecer como presidente quando finalmente deixar o cargo de CEO.

Buffett apresentou um plano para que um de seus filhos, Howard Buffett, sirva como presidente não executivo da Berkshire quando ele deixar o cargo, enquanto Greg Abel, um vice de longa data que anteriormente dirigia o amplo negócio de energia da Berkshire, assumirá o cargo de CEO.

Buffett tem 32% de participação votante na empresa, de acordo com o procurador da empresa. A Calpers detém 0,13% das ações Classe A e 0,44% das ações Classe B, segundo dados compilados pela Bloomberg.

As questões de sucessão há muito pairam sobre a Berkshire, uma vez que a empresa é dirigida por dois nonagenários: Buffett tem 91 anos e seu parceiro de negócios de longa data Charlie Munger, um vice-presidente da Berkshire, tem 98. Buffett confirmou no ano passado que Abel é o vice escolhido para sucedê-lo, se e quando ele deixar o cargo.

PUBLICIDADE

Mas Buffett não deu nenhuma indicação de que sua saída é iminente. Sua carta anual divulgada no início deste ano não fez menção às notícias de sucessão, embora Abel tenha recebido uma seção do relatório para falar sobre os esforços de sustentabilidade em alguns negócios da Berkshire.

A Berkshire realizará sua assembleia anual de acionistas em 30 de abril em Omaha.

PUBLICIDADE

– Esta notícia foi traduzida por Marcelle Castro, Localization Specialist da Bloomberg Línea.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também