Negócios

Leia na íntegra a carta-oferta de Musk ao conselho do Twitter

Bilionário disse que ele é a ’pessoa certa’ para desbloquear o potencial extraordinário do Twitter

A pessoa mais rica do mundo oferecerá US$ 54,20 por ação em dinheiro pelo Twitter
Por Shelly Banjo
14 de Abril, 2022 | 09:02 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A oferta de US$ 43 bilhões de Elon Musk para comprar o Twitter (TWTR) - que foi divulgada nesta quinta-feira (14) - foi feita pela primeira vez em uma mensagem de 281 caracteres para a empresa. O limite de caracteres do Twitter para um tweet é de 280.

“Como indiquei neste final de semana, acredito que a empresa deveria ser privada para passar pelas mudanças que precisam ser feitas. Após os últimos dias pensando nisso, decidi que quero adquirir a empresa e torná-la privada. Vou enviar uma carta de oferta esta noite, será pública pela manhã. Você está disponível para conversar?”, de acordo com um arquivamento da SEC.

O arquivamento também incluiu um roteiro de voz no qual ele disse que a oferta de US$ 54,20 por ação era sua melhor e final.

“Não estou jogando o jogo de vai-e-vem”, disse Musk. “Eu fui direto ao fim. É um preço alto e seus acionistas vão adorar. Se o negócio não der certo, já que não tenho confiança na administração nem acredito que possa conduzir a mudança necessária no mercado público, precisaria reconsiderar minha posição como acionista.”

PUBLICIDADE

Ele deixou claro que “isso não é uma ameaça, simplesmente não é um bom investimento sem as mudanças que precisam ser feitas. E essas mudanças não acontecerão sem tornar a empresa privada.”

Leia a carta formal a Bret Taylor, presidente do conselho do Twitter, enviada por Musk:

Investi no Twitter porque acredito em seu potencial de ser a plataforma para a liberdade de expressão em todo o mundo, e acredito que a liberdade de expressão é um imperativo social para uma democracia em funcionamento.

No entanto, desde que fiz meu investimento, agora percebo que a empresa não prosperará nem atenderá a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada.

PUBLICIDADE

Como resultado, estou oferecendo a compra de 100% do Twitter por US$ 54,20 por ação em dinheiro, um prêmio de 54% sobre o dia anterior ao meu investimento no Twitter e um prêmio de 38% sobre o dia anterior ao anúncio público do meu investimento. Minha oferta é minha melhor e última oferta e, se não for aceita, precisarei reconsiderar minha posição como acionista.

O Twitter tem um potencial extraordinário. Eu vou desbloqueá-lo.

Leia também

Vélez, do Nubank: ‘Indústrias serão dominadas por empresas de tecnologia’

Mercado Bitcoin contrata ex-sócio do Itaú para liderar marketing

PUBLICIDADE