PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Mercado ignora covid na China e minério de ferro atinge US$ 150

Restrições são consideradas temporárias e a expectativa é que demanda por aço na China aumente em abril e maio

Preços do minério subiram pelo segundo dia desta semana
Por Bloomberg News
24 de Março, 2022 | 08:57 am
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A tonelada de minério de ferro chegou a US$ 150, com apostas de que as medidas para impulsionar a economia chinesa serão mais importantes do que o lockdown no maior polo siderúrgico do país.

PUBLICIDADE

A cidade de Tangshan foi colocada em confinamento esta semana e a decisão já paralisou algumas usinas. Segundo a Mysteel, pelo menos sete altos-fornos estão ociosos devido à falta de pessoal ou de matéria-prima.

No entanto, os contratos futuros de minério de ferro e aço se mostram relativamente resilientes às restrições em Tangshan. Os preços do minério subiram pelo segundo dia desta semana. As restrições são consideradas temporárias e a expectativa é que demanda por aço na China aumente em abril e maio, com a aceleração das atividades na construção civil.

PUBLICIDADE

“No longo prazo, diante dos firmes controles internos, a epidemia deve ceder e entraremos na alta temporada de produção e venda de aço”, escreveu a Huatai Futures em relatório. Segundo a corretora, a consequência será a recuperação no consumo de minério de ferro.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

Magnatas russos ficam US$ 8,3 bi mais ricos com retomada dos mercados

G-7 alerta Putin contra uso de armas químicas e nucleares