PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Negócios

Warren Buffett vai comprar Alleghany por US$ 11,6 bilhões

Berkshire Hathaway adquirirá todas as ações em circulação da Alleghany por US$ 848,02 por ação em dinheiro

Bilionário vem se aventurando no mundo dos seguros
Por Katherine Chiglinsky
21 de Março, 2022 | 10:07 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Bloomberg — A Berkshire Hathaway (BRK/A) vai comprar a Alleghany por US$ 11,6 bilhões em dinheiro, enquanto Warren Buffett volta a fazer negócios que ele evitou nos últimos anos.

A Berkshire Hathaway adquirirá todas as ações em circulação da Alleghany por US$ 848,02 por ação em dinheiro, de acordo com comunicado nesta segunda-feira (21). A transação representa um prêmio de 29% sobre o preço médio das ações da Alleghany nos últimos 30 dias e um prêmio de 16% sobre o preço de fechamento de 52 semanas da Alleghany, segundo o comunicado.

PUBLICIDADE

Buffett está se aprofundando no mundo dos seguros com o acordo da Alleghany, sendo esse um setor fundamental para o crescimento da Berkshire em um conglomerado com valor de mercado de mais de US$ 750 bilhões. Com a Alleghany, a Berkshire ganha uma grande seguradora de ramos elementares que também tem operações de resseguro por meio de sua unidade Transatlantic Holdings. O negócio é administrado por Joseph Brandon, que fora CEO de uma seguradora da Berkshire, a General Re.

“A Berkshire será o lar permanente perfeito para a Alleghany, uma empresa que observo de perto há 60 anos”, disse Buffett, CEO da Berkshire, no comunicado. “Estou satisfeito por trabalhar novamente com meu amigo de longa data, Joe Brandon”.

A transação é a maior da Berkshire desde a aquisição da Precision Castparts em 2016, segundo dados compilados pela Bloomberg. Esse acordo foi avaliado em US$ 37,2 bilhões, incluindo dívidas.

PUBLICIDADE

Muito dinheiro

O bilionário de Omaha, estado do Nebraska, vem buscando maneiras de colocar parte da fortuna de quase US$ 150 bilhões de seu conglomerado em ativos de maior retorno, mas tem encontrado dificuldades para encontrar opções atrativas devido aos altos valuations. Ele está se voltando cada vez mais para recompras de ações, um movimento de implantação de capital que ele evitou por décadas, e no início deste mês ele aumentou a participação da Berkshire na Occidental Petroleum.

Os termos do acordo Alleghany incluem um período de “go-shop” no qual a seguradora pode buscar e considerar outras propostas de aquisição por 25 dias, disseram as empresas no comunicado. A transação, aprovada por unanimidade pelos dois conselhos de administração e com o apoio do acionista de 2,5% e presidente da Alleghany, Jefferson Kirby, deve ser concluída no quarto trimestre de 2022, sujeita às condições habituais de fechamento.

A Alleghany, liderada por Brandon, continuará operando como uma unidade independente quando ingressar na Berkshire. As duas empresas compartilham uma história de ferrovias e seguros. A Alleghany foi formada como uma holding para algumas empresas ferroviárias em 1929, mas acabou se diversificando em seguros, segundo seu site. A Berkshire, que conta com seguradoras de Geico a Gen Re como parte de seus negócios, também detém atualmente a ferrovia BNSF.

--Este texto foi traduzido por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

PUBLICIDADE

Veja mais em Bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE

Boeing 737 cai na China com mais de 130 pessoas a bordo

Infecções por covid-19 nos EUA devem voltar a subir, diz Fauci