Mercados

Banco do Brasil atualiza valor de dividendos e JCP a serem pagos na sexta

Mudança nos valores compreende a remuneração complementar referente ao 4º trimestre, atualizado pela Selic até a data do pagamento

Na semana passada, o BB também anunciou a antecipação do pagamento de JCP referente ao 1º trimestre de 2022
08 de Março, 2022 | 12:43 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O Banco do Brasil (BBAS3) anunciou nesta terça-feira (8) que atualizou, pela segunda vez, o valor a ser pago em dividendos e Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) referentes ao quarto trimestre de 2021.

Com a mudança, o valor atualizado para os dividendos é de R$ 0,36227695458 por ação (ante R$ 0,35582259981). Já para o JCP, o valor foi atualizado de R$ 0,45420558916 para R$ 0,46244453749.

O novo valor compreende a remuneração complementar aos acionistas referente ao último trimestre de 2021, atualizado pela taxa Selic até a data do pagamento, que acontece na próxima sexta-feira (11).

As ações passaram a ser negociadas “ex-proventos” na última quinta-feira (3). Com isso, apenas os investidores com posição até o fechamento do pregão do dia 3 de março terão direito a receber os proventos.

PUBLICIDADE

Na semana passada, o BB também anunciou a antecipação do pagamento de JCP referente ao primeiro trimestre de 2022, no valor de R$ 601 milhões, o que corresponde a R$ 0,21062876850 por ação. O pagamento será feito no dia 31 de março.

Veja mais: BB: Investimos em tech para crescer no mar aberto em 2022 sem receios

Números do 4º trimestre

O Banco do Brasil teve lucro líquido ajustado de R$ 5,93 bilhões no quarto trimestre de 2021, resultado 60,5% superior ao obtido no quarto trimestre de 2020, com a recuperação das receitas de serviços, avanço no crédito, redução das despesas com provisões para devedores e ganhos elevados da tesouraria.

A margem financeira líquida, que inclui as operações de crédito menos os custos, somou R$ 11,01 bilhões no período – montante 22,2% maior do que o obtido no mesmo período do ano anterior.

PUBLICIDADE

Já no acumulado de 2021, o BB reportou lucro ajustado recorde de R$ 21 bilhões, um aumento de 51,4%.

Leia também:

Imposto de Renda 2022: como declarar NFT, Bitcoin e outras criptos

Mariana d'Ávila

Mariana d'Ávila

Redatora na Bloomberg Línea. Jornalista brasileira formada pela Faculdade Cásper Líbero, especializada em investimentos e finanças pessoais e com passagem pela redação do InfoMoney.