PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech

Snap e Pinterest surpreendem e minimizam abalo em rede social com Meta

Ações da Snap dispararam até 54% e as do Pinterest subiram 32% no aftermarket nos EUA

Empresa surpreende com resultados positivos
Por Naomi Nix e Kurt Wagner
03 de Fevereiro, 2022 | 09:11 pm
Tempo de leitura: 3 minutos
Últimascotações

Bloomberg — As ações da Snap Inc. (SNAP) e da Pinterest Inc. (PINS) tiveram forte alta nesta quinta-feira, depois que resultados otimistas aliviaram os temores de que a estagnação no crescimento do rival Facebook fosse um indício de desaceleração generalizada em todas as demais redes sociais.

PUBLICIDADE

Ambas as empresas superaram as previsões de Wall Street com vendas e ganhos, com a Snap até registrando um lucro surpreendente - o primeiro como uma empresa de capital aberto. Isso fez com que as ações da Snap disparassem até 54% no aftermarkt. Os papéis do Pinterest subiram 32%.

As ações de ambas as empresas caíram mais cedo depois que a Meta Platforms Inc.(FB), controladora do Facebook, divulgou resultados decepcionantes. A mudança da Apple em suas regras de coleta de dados tornou mais difícil para as redes sociais venderem publicidade - sua principal fonte de receita.

PUBLICIDADE

Mas os resultados mais recentes sugerem que o Snap e o Pinterest não sofreram um golpe tão duro. No caso da Snap, a empresa se beneficiou de ferramentas de realidade aumentada que são atraentes para os profissionais de marketing.

No Pinterest, o diretor financeiro Todd Morgenfeld disse que não houve um impacto material na receita com as mudanças da Apple.

Mas é possível que o Pinterest seja impactado em algum momento no futuro, disse Morgenfeld.

“As mudanças no ambiente regulatório e de privacidade geralmente são inúteis em nossa capacidade de fornecer resultados de publicidade de desempenho”, disse ele em entrevista. “Não estamos imunes a esses problemas que afetam nossos negócios ao longo do tempo.”

Por enquanto, a mensagem para os investidores é clara: os problemas do Facebook não são problemas de todos. O Pinterest registrou lucro ajustado de 49 centavos por ação, superando com folga a estimativa média de 42 centavos. A receita também superou as previsões da empresa, que usa uma interface de pinboard para fornecer um serviço de busca visual.

PUBLICIDADE

Também está desenvolvendo recursos de AR para compras e 2021 marcou o primeiro ano lucrativo da empresa.

As vendas da Snap no quarto trimestre aumentaram 42%, para US$ 1,3 bilhão, em comparação com uma estimativa média de US$ 1,2 bilhão. O lucro líquido foi de 1 centavo por ação, em comparação com as projeções de prejuízo de 9 centavos.

O serviço Snapchat da empresa, aplicativo móvel para envio de mensagens que desaparecem, teve 319 milhões de usuários ativos diários no período. Isso superou as expectativas dos analistas de 316 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Mais marcas estão experimentando o AR para oferecer publicidade personalizável e experiências de compras – digamos, para permitir que os consumidores experimentem roupas ou produtos de beleza virtualmente. A Snap argumenta que tais inovações serão cada vez mais atraentes para os usuários de seu aplicativo, que é particularmente popular entre adolescentes e jovens adultos.

Ainda assim, as novas restrições à coleta de dados do iPhone trazem incertezas para a Snap. A Apple começou a exigir que todos os aplicativos obtivessem permissão explícita dos usuários para rastrear suas atividades na internet – uma solicitação que muitos clientes negam. Os executivos da Snap disseram anteriormente que seus usuários estavam optando por rastrear com mais frequência do que algumas das médias relatadas pelo setor, mas o efeito total das mudanças era desconhecido.

Problemas na cadeia de suprimentos e escassez de mão de obra também podem prejudicar o crescimento. Os anunciantes dos setores de bens de consumo e restaurantes foram os mais afetados, de acordo com a diretora de negócios da Snap, Jeremi Gorman.

PUBLICIDADE

Ela disse que a equipe de vendas da empresa trabalhou para ajudar os anunciantes a se ajustarem às novas restrições de privacidade da Apple, inclusive fornecendo suas próprias ferramentas de medição.

“Crescemos nossa comunidade, expandimos nossas ofertas de produtos e demonstramos o poder de nossa plataforma de realidade aumentada”, disse o CEO da Snap, Evan Spiegel, em comentários preparados. “Enfrentamos alguns novos desafios em 2021, mas apresentamos bons resultados.”

Veja mais em bloomberg.com

Leia também