PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Ibovespa avança antes da decisão do Fed

Índice local pega carona na alta das bolsas de NY, que também disparam de olho no banco central americano

Bolsa sobe mais de 1,5% nesta quarta
26 de Janeiro, 2022 | 02:20 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg Línea — O Ibovespa (IBOV) operava em forte alta nesta quarta-feira (26), enquanto os investidores locais e do exterior aguardam o anúncio da decisão do Federal Reserve sobre a taxa de juros. O dólar tinha leve queda e as taxas do DI seguiam caminhos mistos. As bolsas de Nova York também subiam, impactando positivamente o mercado doméstico.

  • A bolsa passa dos 112 mil pontos enquanto o dólar permanece abaixo dos R$ 5,45.

O comitê de mercado aberto do Federal Reserve decide o rumo da política monetária nesta quarta-feira, e a expectativa do mercado é de que anuncie um aumento das taxas de juros para março. Isso marca o primeiro aumento em mais de três anos. O Fed também deve passar a reduzir o balanço patrimonial da instituição logo em seguida.

A maioria dos 45 economistas participantes da pesquisa da Bloomberg acredita que o Fed usará o encontro dos dias 25 e 26 de janeiro para comunicar um aumento de 0,25 ponto percentual na taxa de referência para combater as pressões inflacionárias. Dois deles esperam um acréscimo mais substancial, de 0,50 ponto, que seria o maior desde 2000.

Mais cedo, o IPCA-15, prévia da inflação oficial, mostrou uma alta de 0,58% em janeiro, desacelerando em relação aos 0,78% registrados no mês anterior com impacto do recuo dos preços da gasolina. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 10,20%, abaixo dos 10,42% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.

PUBLICIDADE

Mercado agora

  • Câmbio: Por volta das 14h00, o dólar caía 0,09%, a R$ 5,43;
  • Bolsa: O Ibovespa subia 1,84%, a 112.236 pontos;
    • Entre as maiores altas percentuais estavam Petz (PETZ3), Méliuz (CASH3) e Banco Inter (BIDI11). Nas maiores perdas: TIM Brasil (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Banco do Brasil (BBSA3);
  • Juros: O DI com vencimento para janeiro de 2025 subia de 10,995% para 11,05% enquanto o de 2027 ia de 11,13% para 11,085%;
  • Exterior: Em Nova York, o Dow Jones (DJIA) subia 0,97%, o S&P 500 (SPX), 1,47% e o Nasdaq (NDX), 2,18%;

-- Com informações da Bloomberg News

Leia também

Igor Sodré

Igor Sodré

Jornalista com formação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com experiência na cobertura de cultura e economia, tendo como foco mercado financeiro e companhias. Passou pela Bloomberg News e TradersClub.