PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Squadra vende 10,48% do capital da Espaçolaser antes de um ano de IPO

Gestora zera posição acionária na maior empresa de depilação a laser do Brasil, que acumula perda de 64% desde a oferta inicial de ações

Tempo de leitura: 2 minutos

São Paulo — A gestora de recursos carioca Squadra Investimentos zerou posição acionária na Espaçolaser (ESPA3) antes de a maior empresa de depilação a laser do Brasil completar um ano de estreia na B3, no próximo dia 1º de fevereiro. Os fundos da Squadra detinham 10,48% do capital até o último dia 7, informou a companhia.

  • O papel acumulava perda de 64% em relação ao preço fixado (R$ 17,90) na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Só em janeiro, até ontem, a desvalorização chegava a 22,6%.

Veja mais: Gestora SPX aposta contra fintechs no Brasil e vê Fed estourando bolha

PUBLICIDADE

O IPO da Espaçolaser foi um dos 46 realizados na Bolsa brasileira no ano passado, ainda no primeiro semestre, quando havia um clima de otimismo dos investidores com o lançamento de novas ações, movimento interrompido no segundo semestre com os receios sobre inflação, juros, quadro fiscal, variantes da covid e disputa presidencial.

A Espaçolaser foi a primeira empresa de serviços de beleza a abrir capital no país. Fundada em 2004 por Ygor Moura, Paulo Morais e Tito Pinto, a marca diz possuir mais de 685 unidades distribuídas pelo país e pela América Latina e contalizar mais de 3 milhões de clientes atendidos em mais de 36 milhões de procedimentos realizados.

Moura tem 15,78% do capital, enquanto Morais possui 10,04% e Tito Pinto detém 2,19% das ações, em uma posição acionária informada no último dia 7, segundo dados do site da B3. Se a Squadra zerou posição, a gestora Atmos Capital passou a deter 5,05% das ações, informou a companhia nesta semana.

PUBLICIDADE

Veja mais: Os 5 principais IPOs de 2021 na Bolsa brasileira, segundo gestor

A Fourth Sail Capital LP tem outros 5,89% da empresa, enquanto a Magnólia Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia tem 5,25%. A composição acionária da companhia tem ainda como acionistas relevantes Maria Lúcia Ataide Martins com 1,10% e Mafalda Hungria Bayam Veiga Pinto com outros 1,10%. Outros 44,41% dos papéis são identificados pela B3 apenas como “outros” acionistas.

Segundo a Bolsa, o free float (ações em circulação no mercado) corresponde a 66,10% de seu capital, ou seja, são 161.437.857 papéis nas mãos de 16.107 pessoas físicas, 434 pessoas jurídicas e 434 investidores institucionais.

PUBLICIDADE

Após o IPO, a Espaçolaser usou os recursos captados para acelerar sua expansão. Só em outubro do ano passado, a companhia anunciou a abertura de 16 novas lojas pelo país, totalizando a inauguração de 109 unidades ao longo do ano, reforçando a presença da marca em locais como Piauí, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul. A empresa opera tanto unidades próprias como franquias e diz estar presente em todos os estados e Distrito Federal, além das 25 unidades internacionais, em países como Argentina, Chile e Colômbia.

Leia também

Por que o congestionamento marítimo está crescendo no maior porto do mundo

Sérgio Ripardo

Sérgio Ripardo

Jornalista brasileiro com mais de 25 anos de experiência, com passagem por sites de alcance nacional como Folha e R7, cobrindo indicadores econômicos, mercado financeiro e companhias abertas.

PUBLICIDADE