PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil

Chuvas devem diminuir no Brasil, o que pode retomar mineração

Instituto Nacional de Meteorologia prevê chuvas mais fracas e isoladas em importantes áreas produtoras de minerais em Minas Gerais

Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — A possibilidade de menos chuvas no sudeste do Brasil abre as portas para a retomada da mineração de minério de ferro, o que beneficiaria as siderúrgicas chinesas.

Tempestades mais fortes do que o normal no estado de Minas Gerais, mesmo para uma estação chuvosa, forçaram a Vale (VALE3) Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3), Gerdau (GGBR4) e Usinas Siderúrgica de Minas Gerais (USIM5) a suspender a extração de ferro. A empresa produtora de zinco Nexa Resources SA também reduziu sua mina subterrânea de Vazante para 60% de sua capacidade.

PUBLICIDADE

Agora o tempo está prestes a melhorar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê chuvas mais fracas e isoladas em importantes áreas produtoras de minerais no estado. A Gerdau já começou a planejar a retomada de sua unidade de mineração nos próximos dias, caso as condições climáticas continuem melhorando.

“A partir da próxima semana, a tendência é poder retomar a atividade normal”, disse Anete Fernandes, meteorologista do Inmet. “Podemos ver mais rajadas recorrentes e volume significativo novamente no final de janeiro, mas nem perto do início do ano.”

Embora as tempestades ainda afetem partes das ferrovias usadas para transportar grãos e minerais, geralmente não demora muito para que os serviços sejam retomados, disse o ministro da Infraestrutura do Brasil, Tarcísio Gomes de Freitas. No entanto, será necessário avaliar os danos assim que a chuva parar. “É necessário que haja condições atmosféricas estáveis.”

PUBLICIDADE

A recuperação da ferrovia pode levar algumas semanas.

Veja mais em bloomberg.com

Leia também

PUBLICIDADE