PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech

Laika, e-commerce para pets, levanta US$ 48 mi liderado por SoftBank

Empresa é apoiada pela Y Combinator e está seguindo os passos da americana Chewy.com

Da esquerda para a direita: Tulio Jimenez (COO), Andrea Gonzalez (CMO), Camilo Sánchez (CEO) e Manuela Sánchez (CGO)
Por Marcella McCarthy (Brasil)
12 de Janeiro, 2022 | 10:00 am
Tempo de leitura: 2 minutos

Miami — Em 2017, a PetSmart, empresa americana de suprimentos para animais de estimação, adquiriu a Chewy.com, e-commerce de suprimentos para animais de estimação, por US$ 3,35 bilhões – foi considerada a maior aquisição de um e-commerce da história.

Agora, a Laika, empresa colombiana de “pet commerce”, busca seguir os passos da Chewy. A empresa leva o nome de Laika, um cão espacial russo que se tornou um dos primeiros animais no espaço e o primeiro animal a orbitar a Terra.

PUBLICIDADE

A empresa apoiada pela Y Combinator anunciou o encerramento de uma rodada de financiamento da Série B de US$ 48 milhões liderada pelo SoftBank e com a participação do JAM Fund, Delivery Hero e FJ Labs, juntamente com alguns investidores-anjo importantes, incluindo Carlos Garcia, CEO e cofundador da Kavak, Emil Michael, ex-executivo da Uber, e Pedro Garay, CEO do Grupo Bursátil Mexicano. Até o momento, a empresa levantou um total de US$ 65 milhões.

“Minha irmã, Manuela, trabalhava na Rappi e percebeu a necessidade de construir uma loja completa especializada em animais de estimação”, disse Camilo Sánchez, cofundador e CEO da Laika. “Ela me ligou porque sou o empresário da família”, acrescentou.

Camilo, Manuela e Tulio Jimenez lançaram a Laika em 2018, e hoje a empresa tem mais de 500 funcionários em tempo integral e opera no México, Colômbia e Chile. “Todos possuem vínculo empregatício, inclusive os entregadores, assim podemos oferecer um melhor serviço”, disse Sánchez.

PUBLICIDADE

A empresa atende a mais de 300 mil usuários ativos que encomendam suprimentos para animais de estimação on-line e os entregam em duas horas.

“Era importante que vendêssemos produtos não apenas para os ricos com cartão de crédito, por isso oferecemos entrega em duas horas e é possível pagar com dinheiro ou cartão na entrega”, disse Sánchez.

A dupla de irmãos reconheceu que havia uma lacuna no mercado no que dizia respeito a rações e outros suprimentos para animais de estimação: havia a lojinha da esquina, que oferecia conveniência, mas preços mais altos, e havia lojas para animais de estimação que geralmente ficavam mais longe, mas tinham bons preços. Mas não havia uma empresa que oferecesse ambos. E comprar sacos grandes e pesados de ração regularmente e levá-los para casa nunca foi fácil.

A Chewy ficou conhecida não apenas por sua conveniência, mas também por seu incrível atendimento ao cliente, que incluía cartões escritos à mão na entrega. E parece que Laika está seguindo seus passos. “Não estamos tentando estabelecer uma relação puramente transacional com o cliente”, afirmou Sánchez.

Além de ganhar dinheiro com as vendas, a Laika também lucra com um serviço de assinatura de US$ 20 por ano semelhante ao Amazon Prime. A empresa disse que 70% de seu faturamento é proveniente desses membros, e a empresa teve um crescimento de cinco vezes ano a ano.

Com o dinheiro dessa rodada, a Laika planeja lançar um novo produto no primeiro trimestre de 2022: seguro para cães e gatos ao preço de US$ 10 por mês. A empresa também utilizará os recursos da rodada para se expandir para outros mercados, incluindo Argentina, Peru e Equador.

PUBLICIDADE

--Esta notícia foi traduzida por Bianca Carlos, localization specialist da Bloomberg Línea.

Leia também

Marcella McCarthy

Marcella McCarthy (Brasil)

Jornalista americana/brasileira especializada em tech e startups com mestrado em jornalismo pela Medill School na Northwestern University. Cobriu America Latina, Healthtech e Miami para o TechCrunch e foi fundadora e CEO de um startup Americano na área de EdTech. Baseada em Miami.

PUBLICIDADE