PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mercados

Futuros asiáticos caem após recuo de Wall Street

Mercados chineses estarão em foco depois que o China Evergrande Group e o Kaisa Group Holdings se declaram oficialmente inadimplentes

Os futuros do Nikkei 225 caíam 0,3%.
Por Cormac Mullen e Joanna Ossinger
09 de Dezembro, 2021 | 09:14 pm
Tempo de leitura: 1 minuto

Bloomberg — Os futuros das ações asiáticas caíam no início do pregão de sexta (10), aparentemente destinados a seguir os pares nos EUA, à medida que investidores medem ameaça econômica das restrições contra a variante ômicron.

PUBLICIDADE

Os futuros apontaram quedas modestas no Japão e em Hong Kong, enquanto as ações australianas caíam. Os futuros do S&P 500 e Nasdaq 100 foram pouco alterados depois que os índices recuaram na quinta-feira, encerrando uma alta de três dias em meio a perdas nos setores de bens de consumo discricionário e imobiliário.

Os mercados chineses estarão em foco depois que o China Evergrande Group e o Kaisa Group Holdings se declaram oficialmente inadimplentes na dívida em dólar, enquanto o banco central chinês elevou a taxa de reserva de moeda estrangeira pela segunda vez este ano, depois que o yuan atingiu o maior valor desde 2018. A mudança fez com que o yuan offshore caísse ao máximo desde julho.

PUBLICIDADE

Os investidores estão avaliando o custo de conter a variante ômicron em meio à crescente preocupação de que isso possa prejudicar a recuperação econômica. Um estudo descobriu que a variante é 4,2 vezes mais transmissível do que a variante delta em seus estágios iniciais.

“Em última análise, o problema do ponto de vista da saúde é que mesmo que a variante se mostre menos grave - o que as indicações iniciais até agora apontaram - um aumento na transmissibilidade poderia compensar isso”, disse uma equipe de estrategistas do Deutsche Bank, incluindo Jim Reid. Isso pode significar que mais pessoas estarão no hospital, “mesmo que uma proporção menor delas seja gravemente afetada”.

Enquanto isso, a recuperação das ações globais enfrenta novos obstáculos potenciais à frente dos números da inflação ao consumidor dos EUA na sexta-feira e uma reunião do Federal Reserve na próxima semana que pode fornecer pistas sobre o ritmo de redução e aumento das taxas de juros.

Algumas dos principais movimentos nos mercados a partir das 8h06 em Tóquio:

Ações

  • Os futuros do Nikkei 225 caíam 0,3%.
  • Os futuros do Hang Seng caíam 0,2%
  • Os futuros do S&P 500 recuavam 0,1%. O índice caiu 0,7% quinta-feira.
  • Os futuros do Nasdaq 100 subiam 0,1%

Moedas

  • O Bloomberg Dollar Spot Index subia 0,3% na quinta-feira
  • O euro mudou pouco, negociado a US$ 1,1295
  • O iene japonês pouco mudou em 113,45 por dólar

Commodities

  • O petróleo bruto West Texas Intermediate caía 0,4%, para US$ 70,63 o barril
  • O ouro estava estável em US$ 1.775,94 a onça.

--Com a colaboração de Vildana Hajric e Emily Graffeo

PUBLICIDADE

Leia também

Ômicron: Entenda as novas regras para entrada no Brasil

Por que a Taesa vai usar influencers para se aproximar das pessoas físicas da bolsa

Moro diz que voto em Bolsonaro foi erro ‘acompanhado de 50 milhões de brasileiros’